sicnot

Perfil

Mundo

PCP considera Barroso o um exemplo de "enorme promiscuidade"

O chefe da delegação do PCP no Parlamento Europeu, João Ferreira, considerou esta terça-feira haver uma "enorme promiscuidade" entre os poderes político e económico na União Europeia (UE), sendo o de Durão Barroso um "exemplo maior" desta realidade.

"Durão Barroso é um exemplo maior de algo que caracteriza as instituições da União Europeia, que é a enorme promiscuidade que existe entre o poder político e o poder económico e financeiro", disse Ferreira, aos jornalistas, em Estrasburgo.

A contratação do ex-presidente da Comissão Europeia pela Goldman Sachs Internacional (GSI) é "um caso que choca, que escandaliza, que repugna, mas que está muito longe de ser um exemplo único", salientou.

João Ferreira exemplificou com os casos Luxleaks, de práticas fiscais agressivas praticadas no Luxemburgo quando Jean-Claude Juncker era primeiro-ministro no país, e de Mario Draghi, presidente do Banco Central Europeu e que trabalhou para a Goldman Sachs.

"O que fica claro é que há uma autêntica passadeira para os interesses económicos e financeiros entrarem por dentro das instituições da UE e as controlarem", considerou.

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, anunciou que vai examinar o contrato do seu antecessor com o GSI e deu já instruções ao seu gabinete para tratar Durão Barroso como qualquer outro lobista com ligações a Bruxelas.

Qualquer comissário europeu ou funcionário da UE que mantiver contactos com Durão Barroso será obrigado a registar esses contactos e a manter notas sobre os mesmos.

Esta decisão de Juncker responde à provedora de justiça europeia, Emily O'Reilly, que na semana passada pediu esclarecimentos sobre a posição da Comissão Europeia face à nomeação de Durão Barroso para administrador não-executivo na GSI, sendo ainda consultor da empresa para o ?Brexit'.

Lusa

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • O primeiro dia de Donald Trump na Casa Branca
    3:05
  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.