sicnot

Perfil

Mundo

Hipóteses de ex-presidente israelita sobreviver a AVC são "muito boas"

As hipóteses de sobrevivência do ex-presidente de Israel Shimon Peres são "muito boas", disse hoje o seu médico pessoal e genro, um dia depois depois de o Nobel da Paz ter sofrido um AVC.

"A sua condição é crítica, mas estável", disse Raphy Walden aos jornalistas, numa videoconferência.

"As hipóteses de sobrevivência são muito boas", acrescentou.

Shimon Peres, de 93 anos, foi hospitalizado na terça-feira perto de Telavive após um um acidente vascular cerebral (AVC), indicou o seu gabinete em comunicado.

Inicialmente, o gabinete do antigo presidente indicou que Peres fora "internado no hospital Tel-Hashomer na sequência de um acidente vascular cerebral", que o seu estado era estável e se encontrava consciente e "a receber o tratamento adequado", mas depois atualizou a informação, afirmando que Peres "foi sedado e está a respirar com a ajuda de um ventilador".

Peres teve em janeiro dois problemas cardíacos em dez dias e foi hospitalizado das duas vezes.

Um dos artífices dos acordos de paz de Oslo, em 1993, Shimon Peres recebeu o prémio Nobel da Paz em 1994, juntamente com o ex-primeiro-ministro israelita Yitzhak Rabin e o então presidente da Autoridade Palestiniana Yasser Arafat, ambos já falecidos.

Último político vivo da geração dos pais fundadores de Israel, Shimon Peres, ministro de muitos governos, assumiu diversas vezes o cargo de primeiro-ministro e depois o de Presidente do Estado de Israel, entre 2007 e 2014.

Aos 93 anos, tem-se mantido ativo através do seu Centro Peres para a Paz, que promove a coexistência entre judeus e árabes.

Lusa

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17