sicnot

Perfil

Mundo

Militar norte-americana surpreende ao dar à luz a bordo de porta-aviões

USS Dwight D. Eisenhower

Nicolas Nanev

Uma marinheira surpreendeu toda a tripulação do USS Dwight D. Eisenhower ao dar à luz a bordo. O navio porta-aviões estava a meio de uma operação militar contra o Daesh.

A mulher queixou-se de dores abdominais e foi levada para o departamento médico do navio USS Dwight D. Eisenhower. Foi aí que a marinheira deu à luz a uma menina de 3.200 quilogramas.

Segundo um porta-voz da Marinha norte-americana, a mulher e a bebé estão bem. "Como a bebé nasceu em alto mar, a bordo de uma unidade de operação, o principal objetivo de todos os envolvidos é a segurança da bebé e da mãe". A marinheira e a filha foram levadas de helicóptero até ao Bahrein, onde receberam cuidados médicos.

O parto surpresa aconteceu num momento tenso. O navio estava no Golfo Pérsico, numa campanha aérea contra o Daesh.

De acordo com o porta-voz, a Marinha permite que as grávidas fiquem a bordo até à 20ª semana de gravidez. Contudo, ninguém do navio estava ocorrente da situação.

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.