sicnot

Perfil

Mundo

Ursos polares cercam grupo de cientistas no Ártico

© Handout . / Reuters

Um grupo com mais de 10 ursos cercou uma estação meteorológica há duas semanas na ilha russa de Troynoy, no Ártico. A situação impede assim que os cinco cientistas - que se encontram no local - possam sair da estação.

O grupo de ursos polares cercou a estação a 31 de agosto, acabando até por matar um dos cães dos investigadores. Segundo Vadim Plotnikov, um dos investigadores, nos últimos dias os ursos conseguiram chegar aos mantimentos do grupo, criando o receio de ficarem sem provisões para ultrapassar o inverno.

Um pequeno grupo de salvamento chegou na terça-feira à ilha, conseguindo afastar temporariamente os ursos. Contudo, os novos mantimentos só irão chegar dentro de um mês. Na terça-feira, foram entregues três cães e alguns materiais pirotécnicos.

Os ursos dormem junto às portas e janelas da estação, impedindo que os cientistas possam sair para fazerem as suas investigações. Das poucas vezes que conseguiram sair tiveram de correr com tochas, de modo a conseguirem afastar os ursos.

Plotnikov contou a uma agência russa que um grupo de quatro a seis ursos polares ficou na ilha durante o verão. No entanto, este grupo aumentou, sendo agora composto por 10 ursos e várias crias.

O porta-voz russo dos serviços meteorológicos aconselhou o grupo de investigadores a ficarem alerta e a não sair do edifico, a menos que fosse mesmo necessário.

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.