sicnot

Perfil

Mundo

Rio de sangue invade as ruas do Bangladesh após sacrifício de animais

Um rio de sange invadiu as ruas da capital do Bangladesh, durante as celebrações do al-Adha, celebração que consiste no sacrifício de animais por motivos religiosos. A mistura do sangue com as fortes chuvas que se fizeram sentir em Daca resultaram num autêntico rio de sangue.

As imagens que mostram pessoas a andar pelas ruas inundadas de água manchada de sangue causaram indignação por parte de vários órgãos de comunicação internacionais.

Al-Adha é conhecida como a festa do sacrifício que, para os muçulmanos, representa o momento em que Deus apareceu a Abraham-Ibrahim, pedindo-lhe que sacrificasse o seu filho como ato de obediência.

A celebração é a segunda mais importante depois do fim do Ramadão.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".