sicnot

Perfil

Mundo

Emmanuel Macron é o preferido da esquerda nas presidenciais francesas

O ex-ministro da Economia francês Emmanuel Macron é o melhor posicionado para representar a esquerda nas eleições presidenciais de 2017, revela uma sondagem divulgada este sábado.

© Benoit Tessier / Reuters

Macron, que se demitiu do governo socialista em agosto para criar o seu próprio movimento político, "Em Marcha", lidera as intensões de voto (28%) de uma lista que inclui outras cinco personalidades e em que está na última posição o atual Chefe de Estado, o socialista François Hollande, com 8% das intensões de voto dos franceses.

Na sondagem do Instituto Odoxa para a cadeia de televisão "France 2", o líder da extrema-esquerda Jean-Luc Mélenchon surge com 18% das intenções de voto, o socialista Manuel Valls posiciona-se com 17% e os ex-ministros de Hollande, Arnaud Montebourg com 13% e Christiane Taubira com 9%.

Contudo, as percentagens mudam quando se pergunta apenas àqueles que simpatizam com a esquerda.

Neste caso, Mélenchon surge com 24%, à frente de Hollande (18 %), enquanto Macron vê reduzido o seu apoio para 15%.

Macron, no entanto, não confirmou abertamente a sua intenção de concorrer à presidência francesa em 2017 e Hollande diz que decidirá em dezembro se concorrerá ou não às eleições primárias da esquerda que se realizam em janeiro do próximo ano.

As eleições primárias do centro direita para eleger o candidato ao Eliseu, nas quais participam, entre outros, o ex-presidente Nicolas Sarkozy, de 61 anos, decorrerão entre 20 a 27 de novembro, a primeira e a segunda volta, respetivamente.

A candidata de extrema-direita Marine Le Pen, de 48 anos, líder da Frente Nacional, disse hoje num encontro do seu partido em Fréjus, na França, que a sua campanha presidencial "propriamente dita" não começará antes de fevereiro do próximo ano.

Lusa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espirito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espirito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Mais de 60% dos jovens não usam preservativo e 1/4 acredita que SIDA transmite-se pelos talheres
    1:42
  • Há mais um suspeito do massacre de Las Vegas 
    0:27

    Mundo

    Em outubro passado, Stephen Paddock abriu fogo sobre os espetadores de um concerto de música country, em Las Vegas, matando 58 pessoas e ferindo quase 500, no mais sangrento tiroteio da história norte-americana recente. A novidade é que a polícia federal dos EUA abriu uma investigação sobre um segundo suspeito no tiroteio. A Polícia Metropolitana disse que não há ainda um motivo para o tiroteio mas aponta como uma das possíveis razões o facto de Stephen Paddock ter perdido uma grande quantia de dinheiro. Os investigadores descobriram ainda que o atirador possuía pornografia infantil no seu computador.