sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de manifestantes protestam na Alemanha contra Acordo de Comércio com EUA

Milhares de manifestantes protestam na Alemanha contra Acordo de Comércio com EUA

© Fabrizio Bensch / Reuters

Dezenas de milhares manifestantes desfilaram hoje nas ruas de Berlim e de outras seis cidades alemãs em protesto contra o Acordo de Livre Comércio entre a União Europeia e os Estados Unidos (TTIP), bem como o Canadá (CETA).


A marcha de protesto, com cerca de 30.000 manifestantes, arrancou ao meio dia, da praça Alexanderplatz, no centro de Berlim, em direção ao antigo lado oriental da capital alemã, segundo fontes policiais.

O protesto foi convocado pelos sindicatos, organizações ambientalistas e também religiosas, para quem, tanto o TTIP como o CETA, irão provocar danos ambientais e reduzirão os níveis e a qualidade de vida dos europeus.

Noutras cidades, como Colónia, Hamburgo e Frankfurt, foram convocadas manifestações semelhantes também para hoje.

Estas manifestações seguem-se à grande mobilização que ocorreu na capital alemã, em que participaram 150.000 pessoas, segundo a polícia, e 250 mil, de acordo com números divulgados pelos organizadores.

Em abril, também se realizou uma outra grande manifestação em Hanover, na véspera da visita a esta cidade do presidente norte-americano, Barack Obama.

A manifestação de hoje coincidiu com o regresso do ministro da Economia alemão, Sigmar Gabriel, ao Canadá, que teve a ver com o CETA, cuja aprovação deverá ser submetida ao parlamento da União Europeia.

Sobre o TTIP, Gabriel admitiu recentemente numa entrevista à televisão alemã que as negociações com os Estados Unidos tinham "de facto" fracassado.

Estas declarações foram posteriormente suavizadas por fontes governamentais alemãs, segundo as quais a Chanceler Angela Merkel vê, todavia, a possibilidade de se chegar a um acordo, pelo que defende que as negociações devem continuar.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.