sicnot

Perfil

Mundo

Nova presidente da Câmara de Roma celebra primeira união homossexual

A nova presidente da Câmara de Roma, Virginia Raggi, celebrou hoje a primeira união civil entre homossexuais na capital italiana, depois de uma lei ter sido aprovada na primavera.


"Eu vejo-vos muito emocionados, e com razão, pelo momento importante: hoje nasceu um novo casal e uma nova família", disse Virginia Raggi ao receber na Câmara de Roma, o Capitólio, Luca e Francesco, citada pela agência de notícias francesa AFP.

"Desejo-vos uma longa vida", disse a presidente da Câmara da capital italiana antes de ler os artigos do código civil previstos na nova Lei.

A nova lei não teve o apoio do Movimento Cinco Estrela (M5S, populista e anti-partidos), de que Raggi faz parte, que não apoiou o projeto defendido pelo governo.

A Itália era o último grande país da Europa ocidental a impedir a união de homossexuais, devido à oposição da Igreja católica, tendo optado pela união civil, distinta do casamento.

A união civil permite, entre outros aspetos, a assistência moral e material recíproca, mas na Itália impede, como previa o projeto de Lei inicial, a adoção dos enteados pelo casal.

Lusa

  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.