sicnot

Perfil

Mundo

Capriles decreta "emergência alimentar" na região da Grande Caracas

O ex-candidato presidencial opositor, Henrique Capriles Radonski, decretou esta segunda-feira "emergência alimentar" devido à escassez de produtos básicos, em Miranda, uma das regiões que fazem parte da Grande Caracas, na Venezuela.

"Atualmente, 17,2% das pessoas (de Miranda) remexem entre o lixo para poderem alimentar-se. Estamos numa situação de emergência", denunciou, durante uma conferência de imprensa em Caracas.

Capriles, que também é governador de Miranda, explicou que um estudo recente dá conta de que apenas 41,2% dos venezuelanos fazem três refeições por dia e que 62,9% tiveram que ausentar-se do seu lugar de trabalho para poder adquirir produtos alimentares, naquela região.

Também que apenas 10,7% da população de Miranda tem acesso às bolsas de alimentos que o Governo venezuelano distribui através dos Comités Locais de Abastecimento e Produção.

Por outro lado, anunciou que a Superintendência de Administração Tributária de Miranda (Satmir) destinará, segundo um decreto regional, parte dos seus recursos para organizar mercados, distribuir proteínas e impulsionar programas para a produção e processamento de alimentos.

"Através de Satmir teremos um ingresso entre os 2 e os 3%, destinado ao programa de alimentação escolar. As crianças são mais vulneráveis e segundo um um estudo que fizemos entre julho e agosto, 50% delas vão para a cama dormir com fome, ou seja, a metade. E, quase um terço (das crianças) come ao dia apenas o que lhe dão na escola", declarou.

O ex-candidato presidencial opositor questionou o "gasto" feito pelo Governo do Presidente Nicolás Maduro para organizar a XVII Cimeira do Movimento de Países Não Alinhados (MNOAL), que decorreu entre 13 e 18 de setembro na ilha venezuelana de Margarita.

"Os nossos meninos passam fome, enquanto Maduro e a sua cúpula esbanjam os recursos dos venezuelanos num 'show' que foi uma 'burla' (zombaria) ao nosso povo", frisou, vincando que com o dinheiro usado "era possível alimentar todas as crianças em programas de nutrição escolar durante seis meses".

O Estado de Miranda é uma das 24 regiões da Venezuela e a segunda mais povoada do país. Segundo dados não oficiais, em 2015 tinha quase 3,23 milhões de habitantes.

Conjuntamente com o Estado de Vargas e o Distrito Metropolitano faz parte da região conhecida como Grande Caracas.

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57