sicnot

Perfil

Mundo

Cinco detidos por suspeita de ligações a explosão em Nova Iorque

As autoridades federais dos Estados Unidos detiveram no domingo cinco pessoas por suspeita de estarem relacionadas com a explosão em Nova Iorque, avança hoje a imprensa local, citando fontes policiais não identificadas.

O departamento do FBI em Nova Iorque indicou, na sua conta de Twitter, que ninguém tinha sido acusado pela explosão no bairro de Chelsea, que feriu 29 pessoas, mas não referiu detenções.

"Mandámos parar um veículo com interesse para a investigação. Ninguém foi acusado de qualquer crime. A investigação continua", informou o FBI.

Os meios de comunicação de Nova Iorque indicam que os cinco passageiros do veículo foram detidos para serem interrogados.

O veículo foi mandado parar pelas 21:30 de domingo (02:30 de hoje em Lisboa), depois de atravessar a ponte Verrazano-Narrows, que liga Brooklyn e Staten Island.

O jornal New York Daily News indica que foram encontradas armas no carro. O diário diz ainda que uma "pessoa de interesse" foi identificada através de imagens de videovigilância, não sendo claro se essa pessoa está entre as cinco detidas.

A polícia da Nova Iorque não confirmou estas informações, dizendo apenas que a investigação prossegue.

As autoridades estão em alerta elevado desde a explosão no sábado. Uma segunda bomba foi encontrada pela polícia nas redondezas e desativada em segurança.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.