sicnot

Perfil

Mundo

Ataques aéreos e bombardeamentos na Síria após anúncio do fim da trégua

Reuters

Ataques aéreos e bombardeamentos atingiram várias frentes de batalha na Síria durante a madrugada de hoje, depois de o exército ter anunciado o fim do frágil cessar-fogo, relata a agência AFP.

Na cidade de Alepo, ataques aéreos e fogo de artilharia atingiram zonas controladas pelos rebeldes até às 02:00 (meia-noite em Lisboa), observou um correspondente da agência.

Na manhã de hoje, ouvia-se o som de explosões intermitentes pela cidade.

A AFP descreve ainda o som de bombardeamentos na zona oeste da cidade, controlada pelo governo.

Alepo, tal como a maioria das zonas de batalha na Síria, esteve pela primeira vez relativamente calma desde que foi acordada uma trégua, mediada por Washington e Moscovo, a 12 de setembro.

No entanto, a violência voltou na semana passada, culminando num fim de semana de letais ataques aéreos em Alepo e uma ofensiva liderada pelos Estados Unidos que matou vários soldados sírios que combatiam o Estado Islâmico.

Os combates intensificaram-se também nos subúrbios de Damasco, controlados pelos rebeldes, onde o exército anunciou uma grande operação militar na segunda-feira, horas depois de ter sido anunciado o fim do cessar-fogo.

Fogo de artilharia atingiu também a cidade de Talbisseh, controlada por rebeldes, segundo o ativista Hassaan Abu Nuh.

Na província de Idlib (noroeste), o ativista Nayef Mustafa descreveu como os aviões circularam em torno da cidade de Salqin, controlada pelo antigo afiliado da Al-Qaida, juntamente com rebeldes islâmicos.

O acordo de trégua era visto como a melhor oportunidade para pôr fim a mais de cinco anos de conflito, em que mais de 300 mil pessoas morreram.

O exército declarou o fim do cessar-fogo na segunda-feira.

Horas depois, uma coluna que transportava ajuda humanitária destinada a civis da província de Alepo foi atingida por um ataque aéreo, matando 12 voluntários da organização Crescente Vermelho e destruindo pelo menos 18 camiões.

  • Bruno de Carvalho manda SMS aos jogadores em nome dos jogadores. Confuso?

    Desporto

    De acordo com a imprensa desta manhã, o presidente do Sporting Clube de Portugal terá enviado mensagens escritas aos jogadores com o seguinte texto "Obrigado presidente pelas felicitações. Ainda temos muito para conquistar juntos" e assinou com o nome do jogador a quem enviou a mensagem. Uma aparente reação ao facto de nenhum dos jogadores ter respondido às mensagens escritas por Bruno de Carvalho, com incentivos e elogios antes e depois da vitória do Sporting frente ao Boavista.

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17