sicnot

Perfil

Mundo

Britânico que denunciou abusos laborais na Tailândia condenado a pena suspensa

O britânico Andy Hall foi hoje condenado a uma pena de três anos por um tribunal tailandês após um processo por difamação apresentado por uma companhia frutícola, que o ativista disse cometer abusos laborais contra imigrantes.

O tribunal impôs a Hall uma condenação suspensa, o que evitará que fique na prisão, e uma multa de 150.000 bat (3.850 euros), perante o processo apresentado pela multinacional Natural Fruit Company.

O ativista enfrentava uma condenação de sete anos por difamação e por violar a lei de crimes eletrónicos pela publicação, em 2013, de um relatório para a organização finlandesa FinnWatch, que denunciava abusos a trabalhadores dessa empresa.

Segundo a investigação, uma das fábricas de ananases da empresa empregava centenas de imigrantes birmaneses, alguns menores, a quem confiscava o passaporte e cujo salário era inferior ao mínimo imposto pelo Governo tailandês.

Os frequentes desmaios devido aos golpes de calor e sobrecarga de trabalho em condições sufocantes eram outras das práticas denunciadas.

"Respeito plenamente a decisão de hoje do tribunal mas discordo totalmente dela. Farei uso do meu direito de recurso para lutar para limpar o meu nome", disse Hall, através da sua conta de Twitter.

A organização finlandesa disse estar "chocada" com a decisão do tribunal e assumiu plena responsabilidade pelo relatório elaborado pelo ativista.

"Fizeram de Andy um bode expiatório para assustar outras vozes que falam legitimamente a favor dos direitos dos trabalhadores imigrantes", disse a diretora da Finnwatch, Sonja Vartiala, em comunicado.

"Este é um dia triste para a liberdade de expressão na Tailândia. Receamos que outros defensores dos direitos humanos e vítimas de abusos por parte de empresas sejam silenciados com medo, devido a esta decisão", acrescentou Vartiala.

Lusa

  • Santana diz que Marcelo por vezes faz de conta que é primeiro-ministro
    1:12

    País

    Santana Lopes diz que a expectativa que Passos Coelho criou sobre o mau desempenho do Governo se está a virar-se contra ele. Numa entrevista ao jornal Expresso deste sábado, o ex-primeiro-ministro e ex-presidente da Câmara Municipal de Lisboa considera contudo que Passos Coelho ainda poderá ganhar as próximas eleições. Sobre Marcelo, o atual provedor da Santa Casa da Misericórdia diz que por vezes faz de conta que é o primeiro-ministro.

  • Coala do Zoo de Duisburg viaja para Lisboa 

    País

    A SIC acompanhou, em exclusivo, a transferência de uma coala do Zoo de Duisburg, na Alemanha, para o Jardim Zoológico de Lisboa. O animal foi transportado pela TAP e batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Uma reportagem para ver mais logo no Jornal da Noite da SIC.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Caravana com cinzas de Fidel chega este sábado a Santiago de Cuba
    2:01
  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.