sicnot

Perfil

Mundo

Polícia dos EUA mata homem negro desarmado cujo veículo se tinha avariado

Polícia dos EUA mata homem negro desarmado cujo veículo se tinha avariado

Uma agente da polícia de Tulsa, Oklahoma (EUA), matou a tiro um homem negro desarmado cujo veículo se tinha avariado numa estrada, num caso que as autoridades consideraram "muito preocupante". As autoridades tornaram público na segunda-feira o vídeo do caso.

O incindente, que ocorreu na passada sexta-feira, foi qualificado pelo o chefe da polícia de Tulsa, Chuck Jordan, como "muito preocupante".

O morto, identificado como Terence Crutcher, de 40 anos, tinha ficado parado na estrada, depois de a sua carrinha ter avariado.

No vídeo pode ver-se como Crutcher, de mãos ao alto, caminha na direção da sua carrinha, seguido pela agente Betty Shelby, que lhe aponta uma arma. Outros agentes acorrem rapidamente ao local, empunhando também as suas armas.

Ao fim de alguns segundos, Crutcher baixa os braços para procurar algo no interior do veículo, através da janela do condutor, momento em que é atingido por pelo menos um tiro vindo de Shelby, caindo no chão.

Crutcher acabou por morrer no hospital pouco tempo depois.

"Vamos fazer o que for correto, não vamos encobrir nada", declarou o chefe da polícia, indicando que o vídeo, a que assistiu com a família de Crutcher, "é muito difícil de ver".

Inicialmente, um porta-voz da polícia tinha indicado que Crutcher se recusou a obedecer a ordens dos agentes, incluindo manter os braços levantados.

Jordan pediu à comunidade para "manter a paz", depois de casos semelhantes no início do verão terem levado ao assassínio de cinco polícias em Dallas (Texas) e três em Baton Rouge (Luisiana).

Tanto Shelby como outro agente identificado como Tyler Turnbough foram suspensos das suas funções até ser concluída a investigação.

Com Lusa

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.