sicnot

Perfil

Mundo

Secretário-geral da ONU exige fim de combates na Síria

© Ammar Abdullah / Reuters

O secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, exigiu hoje "o fim dos combates" na Síria, na abertura da sessão anual da Assembleia-geral da ONU.

"Apelo a todos com influência que consigam o fim dos combates e o início de negociações" para uma transição política, defendeu, quando chegou ao fim uma trégua no terreno.

Ban Ki-moon acusou o regime sírio de cometer os piores assassínios e declarou que o futuro do país não pode depender do destino do presidente Bashar al-Assad.

"Muitos grupos mataram civis inocentes, mas nenhum matou tanto quanto o governo sírio que continua a utilizar baris de explosivos contra zonas residenciais e a torturar sistematicamente prisioneiros", afirmou.

Ban criticou os múltiplos protagonistas que "alimentam a máquina de guerra", sublinhando a presença na sala da Assembleia de governos que "facilitaram, financiaram ou participaram nas atrocidades cometidas por todas as partes em conflito".

O conflito na Síria é "o que faz mais mortos e semeia mais instabilidade", disse.

O diplomata sul-coreano denunciou o ataque na segunda-feira contra um comboio humanitário da ONU e do Crescente Vermelho na região de Alepo (norte).

"Trata-se de um ataque repugnante, selvagem e aparentemente deliberado", que forçou as Nações Unidas a suspender as suas operações humanitárias", acrescentou, qualificando os trabalhadores humanitários na Síria "de heróis" e os seus agressores "de cobardes que responderão pelos seus crimes".

Cerca de 20 civis e um membro da equipa do Crescente Vermelho Árabe Sírio [organização federada com a Cruz Vermelha] foram mortos no ataque, que destruiu uma grande parte da ajuda, indicou a Federação Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV/CV), em comunicado.

A guerra na Síria, que começou em 2011, fez 300 mil mortos e milhões de refugiados, deverá dominar os trabalhos da 71.ª sessão da Assembleia-geral da ONU.

Os Estados Unidos e a Rússia presidiam hoje, em Nova Iorque, a uma reunião internacional crucial sobre a Síria para tentar salvar o processo diplomático.

O grupo internacional de apoio à Síria, composto por 23 países e organizações internacionais, vai tentar recuperar a trégua decidida a 09 de setembro por Washington e Moscovo.

Lusa

  • Militar ferido com gravidade em acidente com Pandur
    1:19

    País

    O acidente em Vila Real que envolveu uma viatura militar fez três feridos. Uma das vítimas ficou em estado grave e teve de ser transportada de helicóptero para o Hospital Santo António do Porto. O militar ficou encarcerado no veículo blindado, o que dificultou os trabalhos de socorro.

  • Ricardo Salgado constituído arguido e interrogado no DCIAP
    2:46

    Operação Marquês

    O ex-presidente do BES está a ser ouvido no DCIAP, a responder às questões do procurador Rosário Teixeira e do inspetor da Autoridade Tributária Paulo Silva. Têm sido levantadas dúvidas quanto ao dinheiro em contas de Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates, e suspeita-se que grande parte desses 20 milhões de euros tenham vindo de sociedades com ligação ao grupo Espírito Santo.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".