sicnot

Perfil

Mundo

Síria acusa Ban Ki-moon de se afastar da carta da ONU

O ministério dos Negócios Estrangeiros sírio atacou esta terça-feira o secretário-geral da ONU, acusando-o de "se afastar" da carta das Nações Unidas, após declarações de Ban Ki-moon considerando Damasco responsável pela morte do maior número de civis.

"As afirmações de Ban Ki-moon hoje, sobre a Síria, estão muito afastadas das disposições da carta da ONU, que devem ser respeitadas por quem ocupa o cargo de secretário-geral", defendeu o ministério sírio em comunicado citado pela agência oficial Sana.

"Durante o mandato de Ban Ki-moon, as Nações Unidas afastaram-se do seu papel de procurar soluções para os problemas internacionais e não conseguiram resolver qualquer conflito", lê-se no texto.

Algumas horas antes, na sessão anual da Assembleia-Geral da ONU, Ban Ki-moon tinha criticado os múltiplos protagonistas que "alimentam a máquina da guerra" na Síria.

"Muitos grupos mataram civis inocentes mas nenhum matou tantos como o Governo sírio, que continua a utilizar barris de explosivos em áreas residenciais e a torturar sistematicamente prisioneiros", declarou.

A ONU anunciou hoje a interrupção das suas operações de encaminhamento de ajuda humanitária por camiões na Síria, um dia depois de ataques aéreos às suas colunas, que custaram a vida a 20 civis e um responsável do Crescente Vermelho sírio.

Ban Ki-moon classificou o ataque como "repugnante, selvagem e aparentemente deliberado", apesar de a ONU não ter dito de onde provinham os aviões bombardeiros.

A oposição síria apontou o dedo ao regime sírio e à sua aliada Rússia, mas Damasco e Moscovo negaram veementemente.

O conflito sírio é a guerra com mais mortos atualmente em todo o mundo: fez mais de 300.000 mortos e obrigou à fuga de milhões de sírios.

Lusa

  • Militar ferido com gravidade em acidente com Pandur
    1:19

    País

    O acidente em Vila Real que envolveu uma viatura militar fez três feridos. Uma das vítimas ficou em estado grave e teve de ser transportada de helicóptero para o Hospital Santo António do Porto. O militar ficou encarcerado no veículo blindado, o que dificultou os trabalhos de socorro.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".