sicnot

Perfil

Mundo

UE, EUA e ONU lançam apelos à calma após violentos protestos na RD Congo

UE, EUA e ONU lançam apelos à calma após violentos protestos na RD Congo

As sedes de cinco partidos da oposição foram incendiados esta manhã na República Democrática do Congo, horas depois dos violentos protestos que terão feito mais de 50 mortos e mais de 200 detidos. UE, EUA e ONU lançam apelos à calma.

O jornalista da agência France Press garante ter visto pelo menos dois corpos carbonizados e outras duas pessoas em chamas numa das sedes dos vários partidos incendiados.

Os protestos que degeneraram em violência não se limitaram a Kinshasa e estenderam-se ao sul do país. Protestos contra o Presidente congolês Joseph Kabila que estará a tentar adiar as eleições para se manter no poder, depois de dois mandatos consecutivos e que deveria abandonar o poder em dezembro.

O alto comissariado para os direitos humanos da ONU confirma que há registo de uso excessivo da força por parte das forças de segurança mas também dos manifestantes que ontem invadiram as ruas das principais cidades do Congo.