sicnot

Perfil

Mundo

Angola deseja visita de António Costa ainda este ano

O ministro dos Negócios estrangeiros angolano disse esta quarta-feira, em Nova Iorque, que o país quer intensificar os encontros com Portugal e que deseja receber a visita do primeiro-ministro, António Costa, ainda este ano.

"Queremos que as visitas entre os dois países se estendam aos níveis mais altos dos nossos dirigentes, como o Presidente e o primeiro-ministro. Vamos ver se é possível [a visita de António Costa ainda este ano] e se encontramos tempo", disse Georges Chicoti à agência Lusa.

Chicoti reuniu-se com o seu homólogo português, Augusto Santos Silva, na segunda-feira e os dois responsáveis "concordaram em trabalhar juntos" para que o Presidente da República e o primeiro-ministro de Portugal visitem oficialmente Angola, o que "reafirmaria a confiança entre os dois Estados e governos".

À agência Lusa, Augusto Santos Silva explicou que cabe agora a Angola propor uma data, que será analisada pelo Governo português segundo a agenda do primeiro-ministro.

O govrnante confirmou também que o ministro da Economia português, Manuel Caldeira Cabral, visitará Angola por ocasião da Feira Internacional de Luanda, prevista para o próximo mês de novembro.

"Queremos estimular cada vez mais a cooperação empresarial entre angola e Portugal. Este é o momento de mostrar que queremos boas relações entre os dois países e é nesse sentido que vamos trabalhar", concluiu Georges Chicoti.

Lusa

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14
  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22