sicnot

Perfil

Mundo

Dezenas de escolas canadianas evacuadas por suspeita de bomba

A polícia canadiana recebeu um fax indicando que um número não determinado de bombas tinha sido colocado em escolas da província de Prince Edward Island, o que obrigou à evacuação de todos os estabelecimentos de ensino locais.

O porta-voz da Polícia Montada do Canadá, sargento Kevin Bailey, assinalou numa conferência de imprensa que ameaças semelhantes foram enviadas a outras escolas no Canadá e pelo menos a uma escola dos Estados Unidos.

Bailey adiantou que a polícia não está segura de que as ameaças estejam relacionadas.

A mensagem enviada à polícia não indicava as escolas onde estavam as bombas, mas ameaçava que explodiriam hoje.

O porta-voz da polícia disse que até ao momento não foram encontrados quaisquer engenhos explosivos nas escolas.

A Polícia Montada do Canadá tinha informado num comunicado divulgado no seu 'site' que as escolas da Prince Edward Island estavam a ser evacuadas devido a uma "potencial ameaça", sem dar mais pormenores.

A polícia de Halifax, na província vizinha da Nova Escócia, por seu turno, anunciou buscas num campus desta cidade portuária depois de ter recebido um "alerta de bomba" anónimo. Dois outros campus da mesma universidade em Sydney, a norte da província, foram igualmente evacuados.

Cerca de 60 estabelecimentos de ensino no total foram evacuados hoje de manhã devido às ameaças anónimas.

Imagens transmitidas pela radiotelevisão pública canadiana, CBC, mostravam filas de estudantes acompanhados por professores andando pelas ruas em direção a locais considerados seguros.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.