sicnot

Perfil

Mundo

Rússia aciona sistemas antiaéreos junto à fronteira com países bálticos

Sistemas antiaéreos S-400

© Grigory Dukor / Reuters

A Rússia anunciou hoje que vai acionar dois sistemas antiaéreos S-400 na região noroeste de Leninegrado, limítrofe com as três repúblicas bálticas - Estónia, Letónia e Lituânia -, que são membros da NATO.

"Dois novíssimos sistemas antiaéreos S-400 Triumph foram fornecidos à Força Aérea e às Forças de Defesa Antiaérea (...) estacionadas na região de Leninegrado", disse o comandante do distrito militar ocidental, Igor Muguinov, à agência Interfax.

O general explicou que os S-400, os mesmos que a Rússia enviou para a Síria para proteger a sua base aérea em Latakia, vão garantir "a defesa aérea do flanco noroeste do país".

A Rússia e a NATO têm-se acusado mutuamente nos últimos dois anos de violações repetidas dos respetivos espaços aéreos na região báltica.

A anexação da península ucraniana da Crimeia pela Rússia e a guerra no leste da Ucrânia levou os países bálticos a pedir à NATO para reforçar a sua presença militar na região.

Os S-400 são capazes de abater alvos aéreos -- desde caças-bombardeiros a mísseis de cruzeiro -- a uma distância de 250 quilómetros.

Lusa

  • Apoiar o Governo "é um dever constitucional"
    0:50

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que apoiar o Governo é um dever constitucional do Presidente da República. Num balanço do primeiro ano em Belém, Marcelo respondeu assim a quem o acusa de andar com o Governo "ao colo".

  • Brexit só avança com aprovação parlamentar
    3:04

    Brexit

    O Supremo Tribunal britânico decidiu que o Governo precisa de ter a aprovação do Parlamento para avançar com o Brexit. A decisão foi validada por uma maioria de oito contra três juízes e justificada esta terça-feira pelo Supremo britânico. Por consequência, a libra esterlina atingiu a cotação mais alta do ano em relação ao dólar.

  • Primeira-ministra da Escócia apela ao voto contra a saída da UE
    2:25

    Brexit

    Depois da decisão do Supremo Tribunal britânico em relação ao Brexit, a primeira-ministra da Escócia veio pedir aos deputados que votem contra a saída da União Europeia. Nicola Sturgeon vai apresentar uma moção no Parlamento escocês para que este se pronuncie sobre o Brexit.

  • "A Miss Helsínquia é a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza"

    Mundo

    Sephora Lindsay Ikabala venceu o concurso Miss Helsínquia 2017 e, desde então, tem vindo a ser insultada e criticada nas redes sociais. A nigeriana de 19 anos vive na cidade desde criança. "A Miss Helsínquia é literalmente a mulher mais feia que já vi num concurso de beleza", é apenas um dos muitos comentários que circula nas redes sociais.

  • As propostas Chanel para a próxima estação
    1:34

    Mundo

    Um dos desfiles mais aguardados do mundo da moda aconteceu esta segunda-feira, em Paris, com as propostas da casa Chanel para a próxima estação primavera/verão. No final do desfile, e pela primeira vez em 30 anos, Karl Lagarfeld não deu nenhuma entrevista à comunicação social.