sicnot

Perfil

Mundo

Exército sírio lança ofensiva para recuperar cidade de Alepo

O exército sírio lançou esta quinta-feira uma ofensiva para retomar o lado leste da cidade de Alepo, que está nas mãos das forças rebeldes, alertando os moradores para se manterem afastados das posições dos combatentes anti-regime.

"O comando de operações militares anuncia o início de manobras nos distritos no leste da cidade e apela aos moradores para se manterem afastados das posições dos grupos terroristas", indicou o exército sírio num comunicado distribuído pela agência de notícias estatal SANA.

O anúncio surgiu poucos minutos depois de os Estados Unidos (EUA) e a Rússia terem acordado uma nova ronda negocial em Nova Iorque para tentar salvar o seu plano de cessar-fogo e após longas horas de um bombardeamento intensivo que deixou Alepo em chamas.

O exército também disse que ia tomar "todas as medidas para facilitar a receção" de civis e que os que chegarem aos seus postos de controlo não serão presos.

Por seu turno, o Observatório Sírio para os Direitos Humanos relatou que esteve em curso "uma ofensiva terrestre de larga escala apoiada por ataques aéreos das forças russas, visando a recuperação do setor oriental de Alepo e esvaziando a cidade dos seus residentes".

Os alvos iniciais foram as zonas de Amiriyah, Sukari e Sheikh Said, segundo Rami Abdel Rahman, que lidera o observatório.

Horas antes, o observatório tinha revelado que os bombardeamentos e raides aéreos que começaram ainda durante a noite de quarta-feira contra os bairros de Bustan al-Qasr e Al-Kalasseh deram origem a "fogos massivos".

Os cerca de 250 mil residentes da zona leste de Alepo, que está ocupada pelos rebeldes desde 2012, têm vivido sob cerco das forças governamentais desde o início de setembro.

Lusa

  • Presidente da Síria culpa EUA pelo fim das tréguas
    1:21

    Mundo

    O Presidente da Síria culpa os Estados Unidos da América pelo fim das tréguas e nega qualquer envolvimento no ataque desta semana a uma coluna humanitária em Alepo. As declarações marcam o regresso da guerra às maiores cidades. O enviado da ONU está a tentar relançar conversações para negociar novas tréguas.

  • França apela na ONU para que guerra na Síria seja travada
    0:52

    Mundo

    Após o Conselho de Segurança das Nações Unidas, o ministro dos Negócios Estrangeiros francês afirmou que tudo tem de ser feito para reforçar as tréguas na Síria. Jean-Marc Ayrault realçou a ideia de que a guerra na Síria representa uma ameaça para o povo sírio e que o objetivo tem de passar por travar o terrorismo.

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • China descobre nova mutação do vírus H7N9

    Mundo

    A China descobriu uma nova mutação do vírus H7N9, considerada a mais mortífera das estirpes que causam a gripe das aves, sobretudo para aves vivas, não representando nova ameaça para os seres-humanos, informou hoje a imprensa estatal.

  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.