sicnot

Perfil

Mundo

FARC vão ser movimento político

Timoleon Jimenez ou "Timochenko" será confirmado como chefe supremo das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), que se deverá transformar num movimento político, disse esta quinta-feira o comandante Carlos Antonio Lozada, membro do Estado-Maior da guerrilha colombiana.

A confirmação de "Timochenko" será feita durante o último dia da conferência da guerrilha colombiana, que termina sexta-feira e que se realizou para que as FARC se pronunciassem sobre o acordo de paz com o Governo colombiano.

"Não há dúvidas de que Timochenko será ratificado" como comandante em chefe das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, afirmou Carlos Antonio Lozada.

As FARC foram chamadas a votar no histórico acordo de paz, conseguido a 24 de agosto com o Presidente colombiano, Juan Manuel Santos, depois de quase quatro anos de negociações, que decorreram em Cuba.

Desde que foi nomeado comandante das FARC, em 2011, Rodrigo Londono, 57 anos, mais conhecido como Timochenko, tem promovido uma solução negociada para o conflito armado, que dura há mais de meio século.

O líder das FARC e o Presidente colombiano assinam segunda-feira o acordo final, que recebeu um amplo apoio da comunidade internacional. Uma cerimónia que deve contar com a participação do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon.

Para entrar em vigor, o acordo de paz deverá, depois da sua assinatura, ser igualmente aprovado pelos eleitores colombianos em referendo, a realizar a 2 de outubro.

O complexo conflito armado colombiano provocou mais de 260.000 mortos, 45.000 desaparecidos e 6,9 milhões de deslocados.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.