sicnot

Perfil

Mundo

Menino escreve carta a Obama porque quer ajudar criança síria

Recorda-se da imagem de uma criança Síria sentada numa ambulância com o corpo coberto de pó e a cara ensanguentada? Alex, um menino norte-americano de 6 anos, não só não se esqueceu, como quer ajudá-la. Para isso escreveu uma carta a Barack Obama, pedindo que o Presidente vá buscar Omran, de quem se conheceu a identidade, e o deixe em sua casa.

O pequeno Alex deixou as devidas instruções: "Estacione na entrada ou na rua e nós vamos estar à vossa espera com bandeiras, flores e balões. Vamos dar-he uma família e ele vai ser o nosso irmão". A descrição da vida que o rapaz sonha para o menino sírio continua e é impossível não ficar indiferente.

"Na minha escola eu tenho um amigo da Síria e eu vou apresentá-lo aos outros meus amigos e podemos brincar todos juntos" e continua: "Por favor, diga-lhe que o seu irmão vai ser o Alex, que é um rapaz muito simpático, tal como ele".

Barack Obama concorda. "Estas são as palavras de um menino de 6 anos, que não aprendeu a ser cínico, desconfiado ou medroso. Devíamos todos ser como o Alex."

Omran Daqneesh, de cinco anos, sobreviveu a um ataque aéreo em Alepo, Síria, em agosto deste ano. A imagem do menino, sentado numa ambulância emocionou o mundo.

O melhor mesmo é ver o vídeo, publicado por Barack Obama na sua página oficial do Facebook.

Esta é a carta que está a ficar famosa, depois de o Presidente dos Estados Unidos partilhar nas Nações Unidas, na cimeira sobre os refugiados.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.