sicnot

Perfil

Mundo

ONU retoma distribuição de ajuda humanitária na Síria

A ONU retomou hoje a distribuição de ajuda humanitária na Síria, suspensa depois do ataque que na segunda-feira destruiu uma coluna de camiões perto de Alepo.

"Hoje enviámos uma coluna [...] com ajuda urgentemente necessária à população de uma zona sitiada na periferia rural de Damasco", informou o porta-voz do Gabinete de Coordenação das Questões Humanitários (OCHA), Jens Larke, num comunicado.

"Retomámos as entregas aéreas com base no imperativo humanitário", acrescentou.

O porta-voz precisou, numa mensagem de correio eletrónico à agência France-Presse, que esta é a primeira entrega desde o ataque de segunda-feira contra uma coluna humanitária que matou 20 pessoas, incluindo o dirigente local da Cruz Vermelha. Dezoito dos 31 camiões foram destruídos.

A ONU estima que cerca de 600.000 pessoas estejam nas 18 localidades cercadas na Síria.

O envio de colunas para essas localidades será decidido "caso a caso".

Chegar a essas zonas é a principal prioridade da ONU, mas as colunas de ajuda têm sido frequentemente impedidas de avançar por razões de segurança, recusa do governo sírio em autorizar a passagem e condições rígidas impostas por grupos da oposição.

Lusa

  • França apela na ONU para que guerra na Síria seja travada
    0:52

    Mundo

    Após o Conselho de Segurança das Nações Unidas, o ministro dos Negócios Estrangeiros francês afirmou que tudo tem de ser feito para reforçar as tréguas na Síria. Jean-Marc Ayrault realçou a ideia de que a guerra na Síria representa uma ameaça para o povo sírio e que o objetivo tem de passar por travar o terrorismo.

  • ONU suspende ajuda humanitária na Síria

    Mundo

    As Nações Unidas anunciaram que vão suspender toda a ajuda humanitária na Síria depois de camiões da ONU terem sido alvo de um ataque aéreo, próximo de Aleppo. A coluna humanitária tinha as autorizações necessárias, também a Rússia e os Estados Unidos tinham sido notificados, informou um porta-voz da ONU.

  • Pelo menos 12 mortos em ataque a coluna humanitária da ONU
    2:19

    Mundo

    Uma coluna de ajuda humanitária foi atingida por ataques aéreos a poucos quilómetros de Aleppo, na Síria. Pelo menos 12 voluntários morreram, naquele que foi o primeiro grande ataque depois do fim do cessar fogo negociado entre Rússia e Estados Unidos. As Nações Unidas expressaram indignação perante o ataque a avisaram que se tiver sido intencional, representa um crime de guerra.

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.