sicnot

Perfil

Mundo

Segundo bisonte europeu encontrado decapitado em Espanha

© Bogdan Cristel / Reuters

Um segundo bisonte europeu foi encontrado decapitado no espaço de uma semana num parque natural da Comunidade Valenciana, em Espanha, levando a polícia a abrir um inquérito ao mistério.

A morte do segundo bisonte europeu assemelha-se à de Sauron, o macho dominante da manada com 660 quilos, encontrado morto e decapitado na semana passada no Parque privado de Valdeserrillas, na Comunidade Valenciana.

Um representante do governo naquela comunidade autónoma confirmou que o segundo animal foi decapitado depois de morto.

"Ou morreu de morte natural, ou foi envenenado antes de ter sido decapitado com um machado", explicou.

O bisonte europeu, o maior mamífero terrestre em estado selvagem do continente europeu, era comum na Europa, mas foi caçado até à extinção, oficialmente em 1927, de acordo com o Fundo Mundial para a Natureza (World Wildlife Fund).

Nenhum dos bisontes encontrados mortos tinha feridas de bala. O porta-voz da reserva valenciana, Rodolfo Navarro, declarou à France Presse que suspeitava que Sauron tenha sido envenenado e decapitado por caçadores que queriam a cabeça como troféu.

Na mesma altura em que descobriram o corpo de Sauron, os elementos do parque deram pela falta de três outros animais pertencentes à mesma manada. Os funcionários do parque pensavam que os três bisontes poderiam estar escondidos, quer por estarem assustados quer por estarem doentes.

Este segundo bisonte encontrado morto é um desses três. Os dois outros foram encontrados vivos.

A polícia abriu uma investigação às duas mortes.

Os donos da reserva querem introduzir bisontes fêmeas no parque no final deste ano, para tentar fazer com que a manada se reproduza.

O bisonte europeu tem vindo a ser reintroduzido, nas últimas décadas, em estado selvagem em toda a Europa. A população global de bisonte europeu ascende a cerca de 5.500 animais, de acordo com a WWF.

Lusa

  • Parque Nacional sacrifica cria de bisonte após ser salva do frio por turistas

    Mundo

    As intenções eram boas, mas o resultado não podia ser pior para uma cria de bisonte. Dois turistas, pai e filho passeavam pelo Parque Yellowstone viram o animal a tremer. Pensaram que o bisonte estaria com frio e em perigo e que, por isso, deveria ser resgatado. Resultado: a cria foi rejeitada pela mãe e pela manada. Porque a sua vida estava em risco, as autoridades do Parque Nacional de Yellowstone decidiram sacrificá-la.

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59