sicnot

Perfil

Mundo

Alterações climáticas ameaçam produção mundial de café

As alterações climáticas estão a ameaçar a produção de café. Um novo relatório, que analisou diferentes estudos, conclui que o aumento global da temperatura está a afetar o fornecimento de café na maioria dos países.

"Receamos que em 2050 possamos assistir a uma quebra de 50% na produção mundial de café", refere em entrevista à ABC News Molly Harriss Olson, diretor executivo do Comércio Justo da Austrália e Nova Zelândia, uma das organizações que financiou o relatório.

© Mario Anzuoni / Reuters

No topo das preocupações relativas à redução da produção de café está a possibilidade de, por volta do ano 2080, estar extinta a variedade de café selvagem, fundamental para os produtores.

O novo relatório intitulado "A Brewing Storm" foi elaborado pelo australiano Climate Institute, entidade independente sem fins lucrativos que se dedica ao estudo e investigação de questões relacionadas com alterações climáticas e ambiente.

Esta não é a primeira vez que se alerta para o problema da quebra da produção de café, em consequência das alterações climáticas, mas este documento tem o mérito de reunir e realçar os aspetos mais relevantes de várias investigações sobre o tema.

Em países como a Colômbia, o Brasil, a Etiópia e o Vietname, onde as temperatura subiram em média 1,3 graus Celsius, a produção de café já foi afetada. Na Tanzânia, onde 2,4 milhões de pessoas trabalham na indústria do café, a produtividade registou uma quebra de 50%, quando comparada com os valores de 1960.

© Sigit Pamungkas / Reuters

Um dos grandes problemas é que uma das duas principais variedades, o café Arábica, que representa 70% da produção global, é muito sensível ao calor. Com temperaturas elevadas, a planta desenvolve-se depressa demais e frutifica antes do tempo, afetando a qualidade do grão.

As consequências do aquecimento global na destruição das barreiras de coral ou no degelo dos glaciares têm sido amplamente divulgadas, mas o efeito do aumento da temperatura do planeta em algumas culturas tem também de ser acautelado. A produção de café não será a única a sofrer em grande escala com o flagelo ambiental.

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.