sicnot

Perfil

Mundo

Samsung Galaxy Note II incendeia-se em avião com destino à Índia

© Reuters

Um smartphone da Samsung ardeu, esta sexta-feira, durante um voo da companhia IndiGo, que fazia a ligação entre Singapura e Chennai. Índia. Apesar do incidente com o modelo Galaxy Note II, o avião aterrou em segurança e não houve mais danos a registar.

O telemóvel foi encontrado numa mala, depois de alguns passageiros terem notado fumo a sair de um dos compartimentos da bagageira, explica a companhia aérea num comunicado.

O mesmo documento relata que a tripulação detetou fumo e faíscas vindas do smartphone, usou mesmo um extintor de incêndio e colocou depois o aparelho num recipiente com água na casa de banho.

Apesar do insólito, nenhum ocupante da aeronave sofreu quaisquer ferimentos e o aparelho aterrou em Chennai com normalidade.

O telemóvel será agora examinado para determinar as causas que o levaram a incendiar-se.

A Samsung retirou do mercado, no passado dia 2 de setembro, o modelo Galaxy Note 7, depois de terem sido detetadas várias anomalias nas baterias, que levaram a vários relatos de explosões durante o carregamento dos aparelhos. O lançamento do modelo em Portugal foi adiado.

Desde então, várias companhias aéreas de todo o mundo proibiram os passageiros de usarem estes smartphones nos voos.

Agora, a Direção Geral de Aviação Civil da Índia pediu para os passageiros evitarem levar quaisquer Samsung Note, ou pelo menos os manterem desligados durante o voo.

  • Novo regime dos recibos verdes "acaba com as injustiças dos escalões"
    1:10
  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.