sicnot

Perfil

Mundo

Goldman Sachs faria sugestões ao presidente da CE Durão Barroso

Durão Barroso terá tido reuniões com o Goldman Sachs quando era ainda presidente da Comissão Europeia. A noticia é avançada pelo jornal Público que acrescenta que os banqueiros faziam chegar ao gabinete de Barroso sugestões de alterações às políticas da União.

O Público revela que foram trocados vários emails, cartas e mensagens entre o gabinete do então presidente da Comissão Europeia e o banco de investimentos norte-americano que mostram que o Goldman Sachs acompanhava de perto a actividade de Bruxelas.

O jornal adianta ainda que, em 2004, o governo de Durão Barroso contratou a Goldman Sachs para privatizar a Galp e reestruturar a EDP. Num só ano terá pago 1 milhão e 700 mil euros pelo trabalho dos consultores.

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".