sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos quatro mortos em tiroteio em centro comercial nos EUA

Pelo menos quatro mortos em tiroteio em centro comercial nos EUA

Pelo menos quatro pessoas morreram na sexta-feira, num tiroteio num centro comercial de Burlington, uma cidade no estado norte-americano de Washington, de acordo com informações preliminares da polícia. O atacante fugiu no momento em que os agentes chegaram ao local, disse o porta-voz da polícia, Mark Francis.

O porta-voz da polícia indicou que há pelo menos um suspeito do tiroteio no centro comercial Cascade, descrevendo-o como "homem hispânico vestido de cinzento".

O suspeito foi visto a dirigir-se para a autoestrada Interstate 5 antes de a polícia chegar ao local. "Estamos ativamente à procura do suspeito, a seguir pistas, etc.", afirmou Francis.

O centro comercial foi, entretanto, evacuado.

"Os serviços de emergência médica estão a começar a entrar, com escolta policial e após autorização inicial, para assistir os feridos que estão dentro do centro comercial", disse o porta-voz através da rede social Twitter.

Burlington, um município com cerca de 85 mil habitantes, fica a 110 quilómetros de Seattle.

  • Uma viagem pela Estrada Nacional 236
    2:52
  • A reconstrução depois da tragédia de Pedrógão
    2:43
  • Marcelo reúne-se na quarta-feira com Putin

    País

    O Presidente da República reúne-se na quarta-feira, em Moscovo, com o líder russo, Vladimir Putin, informou este domingo a Presidência. Marcelo Rebelo de Sousa estará na capital da Federação Russa para assistir ao jogo da seleção portuguesa na fase final do Mundial de Futebol com a equipa de Marrocos

  • Novo busto de Ronaldo foi pedido pelo Museu CR7
    2:07
  • Grécia e Macedónia assinam acordo histórico
    2:02

    Mundo

    A Grécia e a Macedónia assinaram um acordo histórico para mudar o nome da antiga República Jugoslava para República da Macedónia do Norte. Em causa está um problema diplomático entre os dois países que dificultou os planos da Macedónia em aderir à União Europeia e às Nações Unidas.