sicnot

Perfil

Mundo

Partido Nacionalista Basco mantém-se como primeira força política no País Basco

© Vincent West / Reuters

O Partido Nacionalista Basco (PNV) venceu, com maioria relativa, as eleições para o parlamento regional, mantendo-se à frente do governo da região espanhola com o apoio de outra força política.

Nas legislativas regionais realizadas hoje, o PNV conseguiu aumentar de 27 para 29 deputados a sua representação no parlamento regional com 75 assentos.

Os independentistas do EH Bildu (Euskal Herria Bildu - coligação de vários partidos regionais de esquerda) ficam em segundo lugar com 17 deputados, menos cinco do que nas eleições regionais anteriores em 2012.

Na terceira posição ficou o Podemos (radicais de esquerda) que, com 11 lugares, entra no parlamento regional pela primeira vez, depois de ter sido o partido mais votado na região nas eleições nacionais de 26 junho último.

O Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) foi a força política mais penalizada nesta Comunidade Autónoma, tendo baixado de 16 para nove o número de representantes no parlamento regional.

O Partido Popular (PP, direita) também obtém nove deputados, menos um do que nas eleições anteriores.

A Comunidade Autónoma do País Basco é uma das 17 comunidades em que a Espanha está dividida e está situada no nordeste do país.

Esta comunidade faz parte da região historicamente denominada País Basco, que inclui outra comunidade autónoma em Espanha, Navarra, e a região adjacente em França, que os nacionalistas bascos consideram como território cultural e linguístico do povo basco.

Este domingo também se realizaram eleições na Galiza com a vitória por maioria absoluta do PP que continuará a governar sozinho esta região.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.