sicnot

Perfil

Mundo

População de elefantes em África está nos mínimos dos últimos 25 anos

© STR New / Reuters

A população de elefantes em África está no nível mais baixo desde há 25 anos, sobretudo devido à caça furtiva, revela um relatório da União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), hoje publicado.

Segundo o estudo, baseado em 275 medições em todo o continente, África tem hoje cerca de 415.000 elefantes, uma queda de 111.000 desde a última década.

Esta é a primeira vez em 25 anos que o Relatório sobre o Estado do Elefante Africano regista um declínio no número de espécimes e a UICN atribui a queda à caça furtiva.

"O forte aumento da caça furtiva que começou há cerca de uma década - o pior que a África viveu desde os anos 1970/80, é a principal causa do declínio" da população de elefantes, explica a UICN em comunicado.

Outra ameaça para a espécie é o desaparecimento progressivo das zonas naturalmente habitadas pelos elefantes.

A diretora-geral do UICN, Inger Andersen, disse que os números mostram "a situação verdadeiramente alarmante do majestoso elefante".

"É chocante, mas não surpreendente, que a caça furtiva tenha tido um impacto tão dramático neste espécie icónica", disse.

Os caçadores furtivos caçam elefantes para venderem a preços elevados os seus dentes de marfim, sobretudo nos mercados asiáticos.

O relatório foi divulgado perante os delegados da CITES, a convenção internacional sobre o comércio de espécies selvagens ameaçadas de extinção, que começou no sábado em Joanesburgo e durante a qual deverão ser discutidas novas medidas de proteção.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.