sicnot

Perfil

Mundo

Sondagens indicam que PP ganha na Galiza e PNV no País Basco

© Miguel Vidal / Reuters

Sondagens à boca das urnas das eleições regionais espanholas indicam que o Partido Popular deverá manter a maioria absoluta no parlamento da Galiza e que o Partido Nacionalista Basco é o vencedor no País Basco, mas com maioria relativa.

Na Galiza, o Partido Popular (PP, direita) deverá obter entre 38 e 41 dos 75 lugares no parlamento regional, garantindo que irá continuar a governar esta Comunidade Autónoma espanhola, indicam as sondagens divulgadas pela televisão espanhola TVE.

En Marea (coligação que agrupa, entre outros, os partidos de esquerda Podemos e Esquerda Unida) poderá ter entre 14 e 16 lugares, os mesmos que o Partido Socialista (PSOE), que poderá passar de segundo para o terceiro lugar na lista dos partidos mais importantes da região.

No País Basco, as sondagens indicam que o Partido Nacionalista Basco (PNV, conservador nacionalista) irá obter entre 27 e 30 dos 75 lugares, precisando de apoios de outros partidos para formar governo, uma situação idêntica à atual.

O EH Bildu (Euskal Herria Bildu - coligação de vários partidos regionais de esquerda e independentistas) ficaria em segundo lugar com 16 a 18 deputados regionais e na terceira posição o Podemos (radicais de esquerda) que, com 13 a 15 lugares, entra no parlamento regional pela primeira vez, depois de ter sido o partido mais votado na região nas eleições nacionais de 26 junho último.

O PSOE viria a seguir, com oito a dez deputados, e finalmente o PP conseguiria sete a oito.

Os resultados definitivos deverão ser anunciados cerca das 22:00 (21:00 em Lisboa).

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Dominado incêncio no centro de tratamento de resíduos da Tratolixo
    1:55

    País

    O fogo na Tratolixo, em Trajouce, deflagrou esta segunda-feira à noite. As chamas foram controladas a meio da manhã pelos bombeiros. No local estão 133 operacionais, apoiados por 51 veículos. O fogo não fez vítimas nem danos materiais. O vento dificultou o combate às chamas.

  • Duas execuções no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.