sicnot

Perfil

Mundo

Governo diz que Guterres é quem reúne mais apoio na corrida à ONU

O Governo português destacou esta segunda-feira que António Guterres "é consistentemente" o candidato a secretário-geral das Nações Unidas "com mais apoio", merecendo "um reconhecimento genérico das suas qualidades", após a vitória, hoje, na última votação da primeira fase.

"É claro que o engenheiro António Guterres é consistentemente o candidato que mais apoios tem obtido, isto é, o candidato em relação ao qual o reconhecimento das suas qualidades é genérico. Esse facto consolida a candidatura do engenheiro António Guterres. Temos de aguardar tranquilamente pelas próprias fases deste processo", disse hoje à Lusa o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

O ex-primeiro-ministro português António Guterres ficou à frente na quinta votação informal secreta realizada hoje pelos membros do Conselho de Segurança das Nações Unidas para eleger o próximo secretário-geral da organização, disseram fontes diplomáticas à Lusa.

Guterres teve votos 12 votos "encoraja", dois "desencoraja" e "sem opinião", precisamente o mesmo resultado da última votação, que ocorreu a 09 de setembro.

A votação de hoje encerra o primeiro ciclo do processo de escolha do novo secretário-geral da ONU, já que na próxima votação, prevista para a primeira semana de outubro, serão diferenciados, com boletins de cores diferentes, os votos dos cinco membros permanentes (Estados Unidos, Rússia, França, Reino Unido e China, com poder de veto) e os restantes membros não permanentes do Conselho.

Lusa

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.