sicnot

Perfil

Mundo

Guterres ganha quinta votação na ONU

© Denis Balibouse / Reuters

António Guterres venceu a última votação informal para secretário-geral das Nações Unidas. Segundo informações apuradas pela SIC Notícias, o candidato português manteve o resultado da anterior votação, com 12 votos a favor.

Doze votos a favor, tal como na última votação. Com este resultado, António Guterres conseguiu a quinta vitória consecutiva - e por larga folga - na corrida para secretário-geral das Nações Unidas.

O segundo e o terceiro classificado terão conseguido oito votos favoráveis, apurou a SIC Notícias junto de fontes diplomáticas.

Estas votações informais existem pela primeira vez no processo de escolha do líder da ONU e, não sendo absolutamente deliberativas, acabam por ser fundamentais à eleição. Mas a decisão final será sempre tomada em função da opinião dos membros permanentes do Conselho de Segurança das Nações Unidas. Até ao momento nenhum dos cinco membros - EUA, Rússia, China, Reino Unido e França - manifestou oposição a Guterres.

  • Marcelo aproveita discurso na ONU para dar impulso à candidatura de Guterres
    2:54

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa discursou na Assembleia-geral das Nações Unidas. Entre paz e refugiados, o Presidente da República aproveitou o discurso para dar um impulso à candidatura de António Guterres a secretário-geral da ONU. Marcelo defendeu que o novo secretário-geral deve ser "um congregador de espíritos e de vontades", na linha de Gandhi e Mandela.

  • Presidente da República diz que candidatura de António Guterres fez tudo certo
    3:06

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa diz que até agora a candidatura de António Guterres fez tudo certo. Contudo, não ignora que o agravamento de alguns conflitos, como o da Síria, pode complicar a eleição. Esta quarta-feira, o Presidente da República surpreendeu ao fazer uma caminhada pelas ruas de Nova Iorque. No passeio, comprou um livro, olhou para os discos de vinil e falou do reencontro com Guterres.

  • "Como dizia Jean Monnet, nem otimista, nem pessimista, mas determinado"
    2:04

    Mundo

    António Guterres diz que está determinado na candidatura a Secretário-Geral da ONU. "Como dizia o Jean Monnet, nem otimista, nem pessimista, mas determinado. Estou a fazer aquilo que posso no sentido de oferecer esta disponibilidade para uma função, que, sendo extremamente difícil, se torna hoje muito importante, dado que o mundo passa por momentos muito complicados", explicou.

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.