sicnot

Perfil

Mundo

Maior rediotelescópio do mundo inicia testes

reuters

Arrancou uma intensa fase de testes do maior radiotelescópio do mundo, construído na China. Segundo os cientistas, o FAST já está completo e começou a receber os primeiros sinais do espaço.

Demorará agora cerca de três anos, estimam os cientistas, a calibrar o instrumento até que esteja 100% operacional.

A instalação foi inaugurada ontem, numa cerimónia na cratera da província de Guizho.

"Isto é muito entusiasmante. Durante muitos anos, tínhamos de sair da China para fazer observações. Agora, temos o maior telescópio. Não podemos esperar para usá-lo", confessou à BBC o professor Beng Bo, um dos responsáveis pelo projeto.

Construído numa zona montanhosa da província de Guizhou, o FAST (Aperture Spherical Radio Telescope) custou 1,2 mil milhões de yuan (160 milhões de euros) e tem o dobro da sensibilidade do telescópio do Observatório Arecibo, em Porto Rico, que com 305 metros era até agora o maior do mundo, escreve a agência oficial chinesa, Xinhua.

O telescópio, cuja construção terminou em julho, usará o seu refletor, com uma área equivalente a 30 campos de futebol, para procurar sinais de vida inteligente e para observar pulsares distantes - estrelas de neutrões muito pequenas e que giram muito rapidamente, que se acredita serem resultado de explosões de supernovas.

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Vila de Gavião viu-se cercada pelas chamas
    2:17
  • Telemóveis pessoais foram alternativa ao SIRESP no Sardoal
    1:20

    País

    O presidente da Câmara Municipal do Sardoal disse hoje que a rede SIRESP voltou a falhar durante os últimos cinco dias. Miguel Borges acrescentou que os operacionais no terreno recorreram várias vezes aos seus telemóveis particulares para comunicar.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14