sicnot

Perfil

Mundo

Marroquina viaja para a Áustria com os intestinos do marido morto

David Goldman

Os seguranças do aeroporto de Graz, na Áustria, detiveram uma marroquina, que viajava com as entranhas do marido. Os intestinos do falecido foram guardados cuidadosamente dentro de duas malas.

Tudo isto tem uma razão lógica, pelo menos para a mulher. Segundo o jornal austríaco Kleine Zeitung, a mulher suspeitava que o seu marido tinha sido envenenado. Daí ter viajado com os intestinos do defunto, de modo a poder ser feito um exame que comprovasse ou negasse a sua teoria. O homem morreu durante uma operação, Marrocos.

Quando a mulher chegou à Áustria, um médico foi chamado para analisar os intestinos. Contudo, o mesmo afirmou que não podia continuar a investigação sem o resto do corpo.

De acordo com as autoridades, a mulher não cometeu nenhum crime nem quebrou nenhuma regra. Os intestinos foram armazenados temporariamente para a investigação poder continuar.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.