sicnot

Perfil

Mundo

Marroquina viaja para a Áustria com os intestinos do marido morto

David Goldman

Os seguranças do aeroporto de Graz, na Áustria, detiveram uma marroquina, que viajava com as entranhas do marido. Os intestinos do falecido foram guardados cuidadosamente dentro de duas malas.

Tudo isto tem uma razão lógica, pelo menos para a mulher. Segundo o jornal austríaco Kleine Zeitung, a mulher suspeitava que o seu marido tinha sido envenenado. Daí ter viajado com os intestinos do defunto, de modo a poder ser feito um exame que comprovasse ou negasse a sua teoria. O homem morreu durante uma operação, Marrocos.

Quando a mulher chegou à Áustria, um médico foi chamado para analisar os intestinos. Contudo, o mesmo afirmou que não podia continuar a investigação sem o resto do corpo.

De acordo com as autoridades, a mulher não cometeu nenhum crime nem quebrou nenhuma regra. Os intestinos foram armazenados temporariamente para a investigação poder continuar.

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.