sicnot

Perfil

Mundo

Carlos Moedas afasta ideia de criação de um exército europeu

O comissário europeu Carlos Moedas afastou esta terça-feira a ideia da criação de um exército europeu, adiantando que a Comissão Europeia está a estudar um "quartel-general" para coordenar forças militares e troca de informação na União Europeia.

"O Presidente [da Comissão Europeia, Jean-Claude] Juncker lançou um desafio sobre esta ideia de ter quartel-general único na Europa para as operações militares na União Europeia, não para substituir nenhum tipo de força militar, mas para ter aqui uma organização e uma coordenação conjunta de todas as forças militares europeias", afirmou hoje o comissário para a Investigação, Ciência e Inovação, numa audição na comissão parlamentar de Assuntos Europeus.

Carlos Moedas esclareceu que o objetivo não é criar um "exército comum", mas garantir uma "coordenação dos exércitos de cada país", afastando também a possibilidade de ingerência.

"A ideia não é ingerência, mas partilha de informação. É essencial para termos uma melhor defesa", referiu o comissário europeu, que indicou que a partilha de informação não tem sido feita de forma correta e que a falta de cooperação na defesa custa, à UE, atualmente mais de 25 mil milhões de euros por ano.

A proposta suscitou algumas reservas entre os deputados portugueses, com Miguel Morgado (PSD) a lembrar que alguns países europeus, "pela sua própria posição de neutralidade, nunca poderiam aderir "a um exército comum, enquanto a socialista Francisca Parreira considerou "pernicioso dar a ideia de que é um quartel-general e que pode haver ingerência das forças militares quanto à defesa das fronteiras", e a comunista Paula Santos condenou o que a Europa se centre em "aspetos militaristas".

Na audição de hoje no parlamento português, Carlos Moedas garantiu que a negociação do Acordo de Parceria Transatlântica de Comércio e Investimento (TTIP, na sigla em inglês), entre a União Europeia e os Estados Unidos, prossegue, apesar de governantes franceses terem afirmado recentemente o contrário.

"Continuamos a negociar como sempre negociámos. Houve um mandato por unanimidade" nesse sentido, recordou Carlos Moedas.

Sobre as declarações de governantes franceses, o comissário afirmou que "há comentários de políticos que sabem que não têm nenhum efeito prático" e considerou tratar-se de um exemplo de "comentários políticos no mau sentido".

Antes, o deputado do CDS questionara o comissário europeu sobre o ponto de situação das negociações do TTIP, considerando que, em matéria de protecionismo, "o discurso da senhora (Marine) Le Pen [líder da Frente Nacional francesa] é igual ao da senhora Catarina Martins [coordenadora do Bloco de Esquerda".

Na sua intervenção inicial, Carlos Moedas referiu que o plano Juncker (como é conhecido o Fundo Europeu para Investimentos Estratégicos) já mobilizou, em projetos aprovados em Portugal, cerca de 1,6 mil milhões de euros.

No total, na Europa, já mobilizou 116 mil milhões de euros em 26 países.

"É um resultado importante para Portugal e para a Europa, porque sem investimento não vamos conseguir ultrapassar a crise", defendeu.

Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • IPSS despejada nos Açores
    2:25

    País

    A IPSS Aurora Social, de Ponta Delgada, nos Açores, foi notificada pelo tribunal a abandonar a cozinha onde, há mais de 20 anos, fornece comida a quem mais precisa. A decisão judicial partiu de uma queixa dos moradores e põe em causa os postos de trabalho de 13 funcionárias, a maioria com deficiência. Há dois anos que a secretaria regional de solidariedade social dos Açores tenta encontrar uma alternativa à cozinha, que tem licença da câmara.

  • Pais revoltados com transporte de crianças do Mogadouro
    4:14

    País

    Os pais dos alunos de algumas aldeias de Mogadouro estão preocupados com a falta de segurança do transporte dos filhos para a escola, na sede de concelho.Os pais contestam o autocarro degradado, que avaria com frequência, e a falta de cintos de segurança em percursos rurais com dezenas de quilómetros.

  • Quer conhecer os cães mais feios do mundo?
    1:15
  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.