sicnot

Perfil

Mundo

Hungria nega acusações sobre tratamento degradante a refugiados

O Governo da Hungria negou esta terça-feira as acusações de abusos e tratamento degradante infligidos a refugiados e migrantes, formuladas num relatório da Amnistia Internacional (AI).

"Essas afirmações são falsas e absolutamente sem fundamento", afirmou o secretário de Estado do Interior húngaro, Karoly Kontrat, citado pela agência MTI.

Segundo o governante, a polícia destacada para a defesa das fronteiras cumpre a sua função de maneira "legal e decidida".

Kontrat assegurou que, antes do relatório da organização internacional de defesa dos direitos humanos, a Procuradoria húngara investigou críticas semelhantes feitas pela Human Rights Watch, concluindo que as acusações eram falsas.

A AI publicou hoje um relatório em que denuncia abusos e tratamento degradante infligidos aos refugiados por parte das autoridades húngaras.

"Milhares de candidatos a asilo sofrem abusos violentos, são repelidos ilicitamente e detidos ilegalmente pelas autoridades da Hungria e por um sistema flagrantemente delineado para os travar", afirma a organização internacional de defesa dos direitos humanos.

Centenas de candidatos a asilo esperam meses por uma resposta em "condições degradantes", afirma a organização, citando testemunhos de refugiados que dizem ter sido fisicamente agredidos e até perseguidos por cães.

O relatório da AI, divulgado a propósito do referendo de domingo na Hungria sobre o sistema europeu de quotas para o acolhimento de migrantes, qualifica a campanha para a consulta de "tóxica", com a colocação de centenas de cartazes por todo o país com mensagens que relacionam refugiados e migrantes com terrorismo e outros crimes violentos.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47