sicnot

Perfil

Mundo

Irina Bokova mantém candidatura ao cargo de secretário-geral da ONU

A búlgara Irina Bokova, diretora-geral da Organização da ONU para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), indicou esta terça-feira que vai manter a candidatura ao cargo de secretário-geral das Nações Unidas.

Questionada pelo diário búlgaro 24 Tchassa, sobre a possibilidade de retirar a candidatura, Bokova afirmou que "não via qualquer razão séria para o fazer".

Na quinta volta do escrutínio indicativo e por voto secreto no Conselho de Segurança na segunda-feira, Irina Bokova ficou em sexto lugar.

O Governo búlgaro tinha declarado, antes da votação, que podia rever o apoio a Bukova, caso a diretora-geral da UNESCO não ficasse em "primeiro ou segundo" lugar. Recentemente, Kristalina Georgieva, comissária e vice-presidente da Comissão Europeia, deu a entender que podia candidatar-se ao cargo, se Bokova fosse obrigada a retirar-se.

Bokova considerou indignas as especulações sobre a possibilidade de substituir a sua candidatura.

"Isso não acontece a nenhum candidato em nenhum outro país", disse, numa referência ao nome de Georgieva, considerando que "a verdadeira batalha está para vir", já que as cinco primeiras voltas são apenas uma "etapa preliminar de posicionamento dos candidatos".

"Se for apresentada uma segunda candidatura [pela Bulgária], isso seria um grave erro político. E ia enfraquecer não apenas as minhas hipóteses, mas também as hipóteses do outro candidato", sublinhou.

Irina Bokova, que tem o apoio da Rússia, disse ter sido alvo, em alguns meios políticos búlgaros, "de uma campanha histérica de difamação e calúnias", difundida por certos meios de comunicação nacionais.

Na votação indicativa de segunda-feira, o antigo primeiro-ministro português e anterior Alto Comissário da ONU para os Refugiados (ACNUR) António Guterres continuava à frente de todos os candidatos para substituir Ban Ki-moon em janeiro.

A próxima votação, prevista para 05 de outubro, é mais importante devido à possibilidade de veto dos membros permanentes do Conselho de Segurança (Estados Unidos, Rússia, França, Reino Unido e China) a qualquer candidato, incluindo Guterres.

O nome do próximo secretário-geral da ONU deverá ser anunciado durante o próximo mês e a decisão do Conselho será, em seguida, ratificada pela Assembleia-geral das Nações Unidas.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado na casa de um amigo do suspeito
    2:18

    Desporto

    O carro que terá atropelado o adepto italiano que morreu junto ao Estádio da Luz foi encontrado esta terça-feira, numa garagem na Amadora, na casa de um amigo do suspeito. Trata-se de um homem na casa dos 30 anos que pertence à claque No Name boys e é agora procurado pela Polícia Judiciária.

  • Os filhos do divórcio
    20:50
  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Avião divergiu para as Lajes devido a discussão a bordo

    País

    Um avião da companhia aérea British Airways divergiu hoje para o aeroporto das Lajes, na ilha Terceira, nos Açores, devido a uma discussão a bordo entre um casal de passageiros e a tripulação, informou hoje a Força Aérea Portuguesa.

  • Web Summit inaugura primeiro escritório fora da Irlanda em Lisboa
    1:58

    Web Summit

    A Web Summit inaugurou em Lisboa o primeiro escritório fora da Irlanda, que vai dar emprego a 20 pessoas, algumas portuguesas. O próximo objectivo é alargar eventos a outros pontos do país. A conferência internacional regressa a Lisboa entre 6 e 9 de novembro e, a organização espera ter 60 mil participantes.

  • Ivanka Trump vaiada por defender o pai durante debate sobre igualdade de género
    1:51

    Mundo

    Com o propósito de criar pontes com Donald Trump, a chanceler alemã Angela Merkel convidou a filha mais velha do Presidente norte-americano para participar numa cimeira. No entanto as coisas não correram muito bem e Ivanka Trump foi vaiada pela audiência por ter defendido o pai quando o assunto era a igualdade de género. 

  • Irmã da mulher mais pesada do mundo acusa hospital de mentir

    Mundo

    A irmã da mulher egípcia que se acreditava ser a mais pesada do mundo acusou os médicos de mentirem acerca da sua perda de peso. No entanto, o hospital que realizou a cirurgia bariátrica já respondeu às acusações, defendendo que a mulher pesa agora 172 quilos.