sicnot

Perfil

Mundo

Justiça turca manda deter 121 membros de ONG ligada a Fethullah Gülen

Reuters

A procuradoria turca ordenou hoje a detenção de 121 membros da organização turca Kimse Yok Mu, conhecida pela sua proximidade ao predicador islamita Fethullah Gülen, que Ancara acusa de estar por detrás do golpe de Estado falhado de julho.

A ordem de detenção é dirigida contra 121 pessoas em 18 províncias, a maioria em Istambul, por pertencerem à "Organização Terrorista Fethullah Gülen (FETÖ)", nome que o Governo dá ao grupo, informou a agência Anadolu.

Kimse Yok Mu ("Não há ninguém?") é uma organização não-governamental (ONG) fundada em 2004 e na última década foi muito popular na Turquia, recebendo o apoio das cadeias de televisão dirigidas por seguidores de Gülen e também do Governo islamita, até 2013 aliado da organização de Gülen.

A ONG, que se apresentava oficialmente como "corpo caritativo do movimento Gülen", com o objetivo de "erradicar a pobreza no mundo", sem discriminação de etnia, fé ou cultura, foi encerrada pelo Governo a 23 de julho passado, dentro do estado de emergência decretado na sequência do golpe de Estado.

A sua página na Internet foi apagada.

Segundo o diário Hürriyet, as autoridades suspeitam que os dirigentes da ONG, nomeadamente o seu presidente, Ismail Çingöz, tenham saído da Turquia de forma ilegal.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51