sicnot

Perfil

Mundo

Milhares nas ruas do México no 2.º aniversário do desaparecimento de 43 estudantes

Milhares nas ruas do México no segundo aniversário do desaparecimento de 43 estudantes

© Henry Romero / Reuters

Milhares de pessoas marcharam na Cidade do México ao lado dos pais de 43 estudantes desaparecidos há dois anos, exigindo que sejam encontrados vivos.

Os manifestantes gritaram "Queremo-los vivos!" no segundo aniversário do desaparecimento dos estudantes enquanto atravessavam a principal avenida da capital mexicana, com os pais a liderarem a marcha, segurando fotografias dos seus filhos.

"Foram dois anos de dor e sofrimento", disse Felipe de la Cruz, porta-voz das famílias.

"Vamos derrubar este Governo podre com o vosso apoio", disse à multidão.

Os estudantes desapareceram na cidade de Iguala, a 26 de setembro de 2014, depois de o autocarro onde viajavam ter sido sequestrado e os jovens atacados por polícias locais.

O Ministério Público afirma que os agentes entregaram os 43 estudantes ao cartel de droga Guerreros Unidos, que os matou e incinerou os corpos numa lixeira, depositando os restos mortais num rio.

As autoridades identificaram apenas os restos mortais de um estudante, depois de um fragmento de osso ter sido encontrado no rio.

No entanto, especialistas independentes da Comissão Interamericana dos Direitos Humanos rejeitam a conclusão do Governo, argumentando que uma pira funerária de tal dimensão numa lixeira é cientificamente impossível.

Desde então o gabinete do procurador-geral concordou em conduzir novas buscas pelos estudantes noutros locais.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55

    Football Leaks

    Com o escândalo dos agentes de futebol a dar que falar, o Expresso revela este sábado os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa. O nome da empresa de que é administrador, a Energy Soccer, surge na investigação em transferências de jogadores que envolvem o Futebol Clube do Porto num conflito de interesses.

  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47