sicnot

Perfil

Mundo

Terra está a perder oxigénio

Pesquisas indicam que o Nono Planeta tem uma massa dez vezes superior à da Terra e orbita o Sol a uma distância média 20 vezes superior à de Neptuno.

© NASA NASA / Reuters

A Terra está a perder oxigénio. Uma investigação publicada na revista Science revela a conclusão, mas tranquiliza: apesar da perda de oxigénio ser preocupante, os níveis do precioso gás só baixaram 0,7% em 800 mil anos.

No estudo, os investigadores assumem que descobrir com exactidão o verdadeiro motivo desta perda de oxigénio é um processo muito difícil, mas dão algumas hipóteses. Por um lado, as taxas de erosão parecem ter acelerado na história geológica recente, causando sedimentos mais frescos a serem expostos e oxidados pela atmosfera, causando um consumo maior de oxigénio.

Por outro lado, as mudanças climáticas de longo prazo também podem estar na origem deste problema. Excluindo o aquecimento provocado pelo Homem, a temperatura média do planeta tem decrescido nos últimos milhões de anos.

Os cientistas analisaram os núcleos de gelo da Gronelândia e da Antártida, que contêm bolhas de ar presas - representando a atmosfera terrestre ao longo dos últimos milhões de anos.

"À medida que os oceanos arrefecem, a solubilidade do oxigénio sobe, isto quer dizer que oxidamos mais carbono orgânico [no oceano] e isso significa que há menos para devolver à atmosfera", explica Daniel Stolper, um dos investigadores.

Por outro lado, diz, a sociedade industrial tem deixado o seu contributo:

"Estamos a consumir O2 a uma taxa mil vezes superior ao que se registava antes. A humanidade provocou uma quebra no ciclo do oxigénio ao queimar toneladas de carvão".

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.

  • "Estar na Web Summit foi dizer em empreendedorês: estamos vivos, estamos aqui!"

    Web Summit

    No seguimento da entrevista à blogger Sara Riobom, que conhecemos durante a WebSummit, trazemos a história de outro jovem português (que não trabalha sozinho) que esteve no evento, em Lisboa, a promover a sua startup. Quis o acaso e as peripécias do direto e do destino que acabasse por receber um visitante ilustre e especial no seu stand: nada mais nada menos do que o primeiro-ministro, António Costa. Recentemente estiveram no Shark Tank, onde conseguiram captar a atenção de um dos “tubarões” do programa da SIC. Mas o que queremos saber é…

    Martim Mariano