sicnot

Perfil

Mundo

Autoridades turcas prenderam 32 mil pessoas por ligações a Fethullah Gülen

© Reuters

Os tribunais da Turquia ordenaram a prisão de 32 mil suspeitos de envolvimento com o dissidente Fethullah Gülen, acusado da tentativa falhada de golpe de Estado, em 15 de julho, disse hoje o ministro da Justiça turco.

O ministro da Justiça da Turquia, Bekir Bozdag, disse à estação de televisão NTV que 70 mil pessoas estão a ser investigadas na sequência da intentona e que 32 mil continuam detidas. "Este processo continua", acrescentou o ministro turco.

O dissidente Fethullah Gülen, antigo aliado do Presidente da Turquia, atualmente exilado nos Estados Unidos, foi acusado de ter orquestrado a tentativa de golpe de Estado no passado dia 15 de julho.

Lusa