sicnot

Perfil

Mundo

Bruxelas concede licença sem vencimento a Georgieva e garante transparência

© Reuters

O presidente da Comissão Europeia decidiu conceder, esta quarta-feira, uma licença sem vencimento à vice-presidente Kristalina Georgieva para esta poder candidatar-se à liderança das Nações Unidas, garantindo que haverá uma clara "separação de águas" durante o processo.

No início da conferência de imprensa diária do executivo comunitário, o porta-voz Margaritis Schinas indicou que "hoje, o presidente (Jean-Claude) Juncker anunciou a sua decisão de conceder à vice-presidente Kristalina Georgieva uma licença sem vencimento para lhe permitir concorrer ao cargo de secretario geral das Nações Unidas", tendo ainda decidido que o comissário Gunther Oettinger ficará "temporariamente responsável pelo portfolio do Orçamento e Recursos Humanos", a cargo da comissária búlgara.

A decisão de Juncker foi tomada depois de o primeiro-ministro búlgaro, Boiko Borissov, e de a vice-presidente lhe terem hoje comunicado a decisão de Georgieva ser a candidata da Bulgária à corrida a secretário-geral da ONU, e de a comissária ter solicitado uma licença sem vencimento, com o que o presidente da Comissão "concordou".

"Durante este período, Kristalina Georgieva e a Comissão Europeia assegurarão uma separação estrita entre atividades relacionadas com a sua candidatura e o seu trabalho como membro do colégio, de uma forma absolutamente transparente", acrescentou o porta-voz do executivo comunitário.

A Bulgária mudou a sua candidata ao cargo de secretário-geral da ONU, substituindo Irina Bokova por Georgieva, anunciou o primeiro-ministro do país.

Kristalina Georgieva, candidata apoiada pela chanceler alemã, Angela Merkel, é considerada a mais difícil adversária do ex-primeiro-ministro português António Guterres na corrida à liderança das Nações Unidas.

O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro búlgaro Boiko Borissov esta quarta-feira em Sofia.

"Nós acreditamos que é uma candidatura de sucesso", disse o chefe do governo de centro-direita aos jornalistas na capital búlgara referindo-se a Kristalina Georgieva.

O nome de Irina Bokova tinha sido proposto pelos socialistas da Bulgária.

Lusa

  • Quatro pessoas assassinadas em Barcelos

    País

    Quatro pessoas, entre elas uma grávida, foram assassinadas hoje em Tamel, no concelho de Barcelos. As vítimas terão sido esfaqueadas e o suspeito já se entregou.

    Em desenvolvimento

  • Défice de 2016 fica nos 2,1%

    Economia

    O défice orçamental ficou nos 2,1% do PIB em 2016, em linha com o previsto pelo Governo. É o valor mais baixo em democracia. Está aberto o caminho ao fim do Procedimento por Défices Excessivos.

    Em desenvolvimento

  • Libertado o ex-Presidente egípcio Hosni Mubarak

    Mundo

    O ex-Presidente egípcio foi libertado hoje, depois de ter sido absolvido por um tribunal de recurso, no início deste mês. Hosni Mubarak estava agora confinado a um hospital militar. O antigo chefe de Estado tinha sido condenado em 2012 pela morte de manifestantes nos protestos da Primavera Árabe.

  • Comissão Europeia quer proibir o tabaco na praia

    País

    A Comissão Europeia quer proibir o tabaco em todos os espaços públicos, incluindo praias, parques infantis e equipamentos desportivos. A proposta foi apresentada pelo comissário da Saúde e Segurança Alimentar que, além de querer reduzir a dependência do tabaco, também sugere que todos os estados membros apliquem uma idade mínima para a venda de tabaco.

  • "Nós aceitamos sempre os resultados das eleições"
    1:07

    País

    Durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa, o líder dos sociais-democratas garantiu que o partido tem fair-play mas disse que está nas eleições autárquicas para ganhar. Pedro Passos Coelho acrescentou ainda que o PSD aceita sempre os resultados das eleições.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27
  • Data e local da canonização serão anunciados a 20 de abril
    2:23

    País

    O Papa aprovou esta quinta-feira o decreto que valida o milagre atribuído a Francisco e Jacinta. A data e local da cerimónia da canonização dos pastorinhos serão anunciados a 20 de abril, na reunião de cardeais no Vaticano. O Bispo de Leiria/Fátima acredita que a cerimónia possa ser a 13 de maio, durante a visita do Papa a Fátima.