sicnot

Perfil

Mundo

Detidos cinco suspeitos de ligações ao Daesh em Espanha, Alemanha e Bélgica

As polícias de Espanha, Alemanha e Bélgica detiveram cinco suspeitos de formarem uma célula do Daesh, anunciaram hoje as autoridades espanholas.

Em Espanha forma detidas três pessoas (duas em Barcelona e uma em Melilla), na Alemanha uma (em Wuppertal) e na Bélgica outra, em Bruxelas, revelou o Ministério do Interior de Espanha.

Os cinco detidos "formavam uma célula com uma estrutura perfeitamente organizada que, seguindo as orientações da organização terrorista Daesh [Estado Islâmico], atuava através de diferentes canais da Internet", segundo a mesma fonte.

As autoridades espanholas dizem que uma página no Facebook administrada pelos detidos na Bélgica e na Alemanha contava com mais de 32.500 seguidores e "as suas publicações, maioritariamente em espanhol, com o pretexto de divulgar conteúdo religioso intercalava mensagens e comentários de carater radical" e de apoio ao Estado Islâmico.

Segundos a investigação policial, o grupo tentava "incitar à realização de atentados terroristas" e de pôr em prática "de forma consciente a tática de guerra conhecida como terror informativo"-

O grupo dedicava-se ainda a localizar e escolher "elementos radicais para proceder ao seu adequado doutrinamento e captação como colaboradores", a dar contactos aos angariados como futuros combatentes do Estado Islâmico, de forma a faze-los chegar a territórios controlados pela organização terrorista, e a servir como aparelho de propaganda.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.