sicnot

Perfil

Mundo

Morte de negro desarmado provoca manifestação em San Diego

Uma manifestação percorreu quarta-feira os arredores de San Diego, no Estado da Califórnia, no sudoeste dos EUA, depois da morte de um homem negro desarmado, que foi morto pela polícia.

O homem, que sofreria de perturbações mentais, foi identificado por um familiar como sendo Alfred Olango, com 30 anos, nascido no Uganda.

O incidente ocorreu na noite de terça para quarta-feira em El Cajon, depois de a polícia ter recebido uma chamada telefónica, descrevendo um homem com um comportamento errático que deambulava no meio da circulação rodoviária.

Segundo o chefe da polícia local, Jeff Davis, Olango ignorou as ordens dos agentes que lhe diziam para tirar a mão do bolso. Um deles utilizou um 'taser', arma que envia descargas elétricas, mas outro disparou com a sua arma.

"Num dado momento, o sujeito tirou rapidamente um objeto do bolso da frente das suas calças, juntou as mãos e estendeu-as rapidamente em direção dos agentes, assumindo o que parecia ser uma posição de tiro", avançou Davis, em comunicado.

"O agente com arma elétrica disparou então", acrescentou, "e, ao mesmo tempo, o outro disparou várias vezes a arma de fogo, atingindo o sujeito".

Este incidente ocorreu em contexto racial tenso nos EUA e quando se realizaram outras manifestações, designadamente em Charlotte, no Estado da Carolina do Norte, no sudeste, para protestar conta a morte de negros abatidos pelas forças da ordem.

A manifestação decorreu, sob a insígnia Justiça para Alfred Olango, frente ao posto da polícia de El Cajon.

Lusa

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.