sicnot

Perfil

Mundo

Oposição síria fala em solução impossível para o conflito

A escalada da violência na Síria, em particular nos bairros de Alepo controlados pela oposição ao regime de Damasco, mostra que é impossível uma solução política para o conflito, disse esta quarta-feira um dirigente oposicionista.

O vice-presidente da Coligação Nacional Síria (CNS), a principal formação da oposição no exílio, Mouwafaq Nyrabia, afirmou que "uma solução política já não é uma opção viável atual".

Assim, estes opositores estão "a ponderar todas as opções para defender o povo sírio da agressão russa" na Síria.

"As oposições armada e política estão a trabalhar para reforçar as fileiras e definir as prioridades à luz da feroz campanha militar realizada pelo regime e os seus aliados", continuou, sem mais detalhes.

A CNS não fez comunicado oficial em seu nome.

Damasco e o seu aliado russo lançaram, em 22 de setembro, uma ofensiva para recuperar a totalidade da cidade de Alepo, antiga capital económica do país, dividida desde 2012 em bairros controlados pelo regime e pela oposição.

Esta escalada de violência ocorre depois do fracasso do acordo de cessar-fogo, negociado por russos e norte-americanos e assinado em Genebra em 09 de setembro, que terminou 10 dias depois.

A guerra civil na Síria já provocou mais de 300 mil mortes e forçou ao êxodo milhões de pessoas em cinco anos e meio.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    1:41
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.