sicnot

Perfil

Mundo

Português esteve raptado durante três dias em Luanda

Um português de 50 anos esteve três dias raptado em Luanda, juntamente com um cabo-verdiano, com os sequestradores a usarem violência e a pedirem à família um resgate de três milhões de dólares, anunciou a polícia angolana esta quarta-feira.

A Polícia Nacional de Angola apresentou hoje aos jornalistas, no comando de Luanda, os três suspeitos, dois de nacionalidade nigeriana e um da República Democrática do Congo, detidos na operação especial de resgate desencadeada no dia 23 de setembro.

De acordo com a polícia, os três homens, em situação ilegal em Angola e com idades entre os 32 e os 42 anos, foram os autores de outros cinco raptos de estrangeiros ocorridos em Luanda em março passado.

"Foi pedido um resgate, várias vezes, mas foi tudo coordenado para que isso não acontecesse. Em alguns momentos houve até um tratamento violento, mas foi possível às pessoas que estavam lá aguentar e agora estão sãos e salvos", disse hoje aos jornalistas o diretor provincial da Investigação criminal de Luanda, Amaro Neto.

O português, administrador da empresa SIAP, foi raptado no município de Belas (Talatona), arredores de Luanda, pelas 21:00 do dia 20 de setembro. O cidadão cabo-verdiano - também com nacionalidade indiana -, comerciante de 44 anos, estava "em cativeiro" desde 19 de setembro, quando foi raptado em Viana, também nos arredores da capital angolana.

"Começou com três milhões [de dólares, de pedido de resgate], depois passou para dois milhões e depois para um milhão. Mas qualquer um desses valores não foi entregue", garantiu o responsável pela investigação criminal de Luanda.

Ambos foram libertados a 23 de setembro numa operação autorizada "ao mais alto nível", no sul de Luanda, onde os dois estrangeiros estavam retidos e que envolveu várias forças de polícia.

Segundo Amaro Neto, os raptores foram "surpreendidos" pela dimensão da intervenção policial e não ofereceram resistência, apesar de os investigadores terem apreendido na posse dos suspeitos cinco espingardas automáticas AKM e 15 carregadores com munições.

Foram apreendidas igualmente três viaturas, inclusive um táxi de transporte informal de passageiro, alegadamente utilizado para realizar os raptos, além de 10 milhões de kwanzas (54 mil de euros) em dinheiro.

Lusa

  • Cerca de 100 mortos e dezenas de desaparecidos após sismo na Indonésia
    1:24
  • As camisolas de Natal da família real britânica

    Mundo

    O espírito natalício invadiu ontem o Museu Madame Tussauds, em Londres. Foram reveladas as novas figuras de cera da família real britânica - cada membro enverga uma camisola de espírito festivo, com cãezinhos "reais" e "gingerbreadmen" de gosto duvidoso.

  • Os dias na Terra estão a ficar mais longos

    Mundo

    Os dias estão a tornar-se mais longos, mas impercetivelmente, porque vão ser precisos 6,7 milhões de anos para aumentarem um minuto, segundo um estudo publicado quarta-feira pela Proceedings A da Royal Society britânica.

  • As novas rotas da TAP em 2017
    1:59

    Economia

    No próximo ano, a TAP vai passar a voar para o Canadá. Além de Toronto, a companhia aérea vai também abrir cinco novas rotas para a Europa e aumentar algumas frequências. Fique a conhecer quais são.

  • Com este vamos arrancar-lhe uma lagriminha!

    Mundo

    Nesta redação, não se vive só de notícias. Também gostamos de nos emocionar com o mundo virtual. Imbuídos pela quadra natalícia, decidimos partilhar este vídeo polaco consigo. O que é preciso para o emocionar? Um tema com uma mensagem simples e que nos faça lembrar que somos todos feitos de carne e osso. Um toque de humor. Um sentimento sazonal, mas nunca em excesso. Um cão [é preciso haver sempre um cão]. Um enredo e algum suspense que nos prenda ao écran. Algo que nos faça engolir em seco. Foi isto que fez um site de vendas online com um anúncio com o título: "Inglês para principiantes". Então? Atingimos o nosso objetivo? Com ou sem lágrima?

  • Leica: a marca lendária entre os fotógrafos
    5:54
    Futuro Hoje

    Futuro Hoje

    3ª FEIRA NO JORNAL DA NOITE

    A Leica, das famosas máquinas fotográficas, abriu na semana passada a primeira loja em Portugal. Grande parte da produção da marca alemã é feita em Lousado, em Vila Nova de Famalicão, há 43 anos.