sicnot

Perfil

Mundo

Casal chinês detido após bloquear descolagem de avião

Um casal chinês que invadiu a pista do Aeroporto Internacional de Pequim, forçando o atraso de um avião, foi punido com cinco dias de detenção cada um, noticiou hoje o jornal Beijing Youth Daily.

O voo CA1519, que liga Pequim e Xangai, descolou com um atraso de 20 minutos, depois do casal ter bloqueado a pista, alegando que perdeu o voo devido a não ter sido informado da hora de embarque.

O casal rejeitou os apelos da tripulação para sair da pista e acabou por ser levado pela polícia, descreve o Beijing Youth Daily.

O Aeroporto Internacional de Pequim é o segundo mais movimentado do mundo.

Nos últimos anos, foram noticiados vários casos de comportamento impróprio em aeroportos chineses.

Em janeiro passado, 25 passageiros foram detidos pela polícia para interrogatório depois de se terem envolvido em escaramuças com membros da tripulação na sequência de um atraso devido ao mau tempo e de terem aberto as saídas de emergência.

Em 2014, uma disputa motivada pela disposição dos assentos levou uma passageira a despejar uma taça de macarrão com água a ferver numa hospedeira de bordo e a desatar ao murro nas janelas da cabine, ameaçando que iria saltar fora.

No ano anterior, um funcionário do Governo desatou a esmagar computadores no balcão de embarque e tentou partir uma janela com uma tabuleta, depois de ter perdido dois voos.

Segunda maior economia mundial, a seguir aos Estados Unidos da América, a China é o maior emissor mundial de turistas.

Pelas contas do Governo chinês, 120 milhões de chineses viajaram para fora da China Continental em 2015, um aumento de 19,5% face ao ano anterior.

Lusa

  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Hospitais já registam picos de afluência apesar de casos de gripe serem ainda poucos
    2:13

    País

    A gripe ainda não chegou em força, mas nos últimos dias foram vários os hospitais com grande afluências de doentes, sobretudo idosos e com infeções respiratórias. Em alguns dias desta semana o número de doentes disparou para mais de 600, como disse à SIC o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.