sicnot

Perfil

Mundo

Casal chinês detido após bloquear descolagem de avião

Um casal chinês que invadiu a pista do Aeroporto Internacional de Pequim, forçando o atraso de um avião, foi punido com cinco dias de detenção cada um, noticiou hoje o jornal Beijing Youth Daily.

O voo CA1519, que liga Pequim e Xangai, descolou com um atraso de 20 minutos, depois do casal ter bloqueado a pista, alegando que perdeu o voo devido a não ter sido informado da hora de embarque.

O casal rejeitou os apelos da tripulação para sair da pista e acabou por ser levado pela polícia, descreve o Beijing Youth Daily.

O Aeroporto Internacional de Pequim é o segundo mais movimentado do mundo.

Nos últimos anos, foram noticiados vários casos de comportamento impróprio em aeroportos chineses.

Em janeiro passado, 25 passageiros foram detidos pela polícia para interrogatório depois de se terem envolvido em escaramuças com membros da tripulação na sequência de um atraso devido ao mau tempo e de terem aberto as saídas de emergência.

Em 2014, uma disputa motivada pela disposição dos assentos levou uma passageira a despejar uma taça de macarrão com água a ferver numa hospedeira de bordo e a desatar ao murro nas janelas da cabine, ameaçando que iria saltar fora.

No ano anterior, um funcionário do Governo desatou a esmagar computadores no balcão de embarque e tentou partir uma janela com uma tabuleta, depois de ter perdido dois voos.

Segunda maior economia mundial, a seguir aos Estados Unidos da América, a China é o maior emissor mundial de turistas.

Pelas contas do Governo chinês, 120 milhões de chineses viajaram para fora da China Continental em 2015, um aumento de 19,5% face ao ano anterior.

Lusa

  • Bombeiros ficaram de prevenção após intoxicação em Corroios
    1:16

    País

    17 alunos da escola EB 2+3 em Corroios, no Seixal, foram hospitalizados esta segunda-feira com sintomas de intoxicação alimentar. Os alunos, entre os 7 e os 14 anos, foram transportados 12 para o hospital Garcia de Orta, em Almada e cinco para o hospital do Barreiro. O transporte foi feito pelos bombeiros voluntários da Amora e do Seixal mantiveram uma equipa de socorro no local apenas por prevenção.

  • "Nada mais há a dizer" sobre a Caixa
    0:13

    Caso CGD

    O primeiro-ministro voltou esta segunda-feira a dizer que já não há nada para discutir, na polémica sobre a entrega de declarações de património dos gestores da CGD. Foram as declarações de António Costa, na Cidade da Praia, à margem da quarta cimeira bilateral entre Portugal e Cabo Verde.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46