sicnot

Perfil

Mundo

EUA e Alemanha criticam russos e sírios pelos ataques em Alepo

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e a chanceler alemã, Angela Merkel, condenaram na quinta-feira os "bárbaros" bombardeamentos perpetrados pelas forças russas e sírias na parte rebelde da cidade de Alepo, Síria.

"O Presidente e a chanceler condenaram os bárbaros raides dos russos e do regime sírio no leste de Alepo, uma zona onde habitam centenas de milhares de civis, maioritariamente crianças", indicou, em comunicado, a Casa Branca, depois de uma conversa telefónica entre os dois dirigentes.

Para Barack Obama e Angela Merkel, a Rússia e o regime sírio "têm uma responsabilidade especial para pôr fim aos combates na Síria e dar à ONU o acesso humanitário às áreas sitiadas e de difícil acesso no país".

Apesar dos apelos provenientes de todos os lados para se acabar com os bombardeamentos em Alepo, a Rússia não manifestou qualquer intenção de fazer parar o conflito, apesar da catástrofe humana em curso na cidade.

A guerra na Síria, com início em 2011, já provocou mais de 300.000 mortos.

Lusa

  • "O PSD não é o bombeiro de serviço desta geringonça"
    1:09

    TSU

    O líder da bancada social-democrata avisa os partidos da esquerda para que tenham o caso da TSU como exemplo e não voltem a usar o PSD como muleta em situações em que não estejam de acordo com o Governo, como pode vir a acontecer com as PPP no setor da saúde. Luís Montenegro foi entrevistado esta manhã na SIC Notícias.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.