sicnot

Perfil

Mundo

Homem herdou dos primatas violência contra a própria espécie

Rob Griffith/ AP

Os seres humanos herdaram dos antepassados primatas a tendência para se matarem uns aos outros, revela um novo estudo. E apesar das notícias que diariamente são dadas sobre assassínios, o Homem nem é o mamífero que mais mata os da sua espécie.

A teoria vigente é a de que os seres humanos são violentos por natureza, mas um novo estudo vem afirmar que a tendência para se matarem uns aos outros é herdada dos primatas.

Os cientistas da Estación Experimental de Zonas Áridas e Universidade de Granada em Espanha compilaram dados sobre a morte de cerca de 4 milhões de mamíferos, pertencentes a 1024 espécies, incluindo 600 diferentes populações humanas que viveram nos últimos 50 mil anos.

Na origem da nossa espécie, os seres humanos matavam seis vezes mais os seus semelhantes que a média dos mamíferos. A taxa subiu gradualmente até chegar ao pico de 12%, na Idade Média, caindo nos séculos seguintes. Atualmente somos menos violentos que no nosso passado pré-histórico.

Nem todos os mamíferos são violentos. O estudo mostra que cerca de 40% das 1024 espécies de mamíferos analisadas é que matam os seus semelhantes - e aqui os primatas são dos mais violentos.

"Enquanto 0,3% das mortes de mamíferos são causadas por elementos da mesma espécie, essa percentagem sobe para 2,3% no ancestral comum dos primatas". É esta a nossa herança.

Mas o ser humano ultrapassou este legado da evolução - sobretudo devido à organização em sociedade, às leis, a atitudes culturais que rejeitam a violência.

© Rebecca Naden / Reuters

O mamífero mais mortífero é...

No final das contas, os humanos nem estão do "top 5 dos mais mortíferos". Nem estão também aqueles mamíferos que associamos a violência, como os leões ou os lobos.

O mamífero que mais mata o seu semelhante é a suricata - uma em cada cinco é morta por outro membro da sua espécie.

  • Negligência é a principal causa dos incêndios
    1:32

    País

    A Polícia Judiciária deteve mais dois suspeitos de fogo posto este fim de semana. Ao todo já foram detidas pelo menos 99 pessoas pelas autoridades desde o início do ano, a maioria suspeitas de agirem intencionalmente. Mas desde 1 de janeiro até meados deste mês, dos 8 mil incêndios investigados pela GNR, mais de 3.300 tiveram causa negligente. 

  • Nicolás Maduro quer convocar "cimeira mundial de solidariedade"

    Mundo

    O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, reiterou este sábado que convocará uma "cimeira mundial de solidariedade" com o país, que permita atenuar a "campanha criminosa" que considera existir contra a Venezuela, cujo Governo está cada vez mais isolado internacionalmente.

  • Concentração de motos em Góis
    2:28

    País

    Durante este fim de semana, decorre uma das concentrações de motards mais concorridas do país. A organização esperava cerca de 20 mil visitantes em Góis.